Dia a dia

Homem mata carregador no Aliança com Deus e diz que fez ‘justiça’ a seu irmão

O corpo foi removido pelo Instituto Médico Legal – foto: Ana Sena

O corpo foi removido pelo Instituto Médico Legal – foto: Ana Sena

O carregador Adonias Vieira de Paula Marinho, 44, foi assassinado na manhã deste domingo (8), com uma facada no peito, por um homem que o acusou de ter matado seu irmão. O crime ocorreu por volta das 8h, em um bar na rua Tefé, bairro Aliança com Deus, Zona Norte.

Relatos dão conta de que a vítima chegou ao bar por volta das 4h e começou a consumir bebidas alcoólicas. Logo em seguida, o suspeito a abordou e os dois começaram a discutir.

“O homem estava muito embriagado e gritava com o Adonias. Depois puxou um facão e desferiu um golpe no peito dele”, relatou uma testemunha que preferiu não se identificar. Ela acrescentou que, mesmo ferido, Adonias ainda andou pedido socorro, mas depois caiu morto próximo à calçada.

Uma moradora de 45 anos que também não quis ter o nome revelado disse que chegou a ver o suspeito fugindo. Ela ouviu quando o criminoso gritou: “fiz justiça, esse homem matou meu irmão e agora o matei”.

A companheira de Adonias, a manicure Sônia Ribeiro, 48, afirmou que a vítima nunca se envolveu em homicídio e não vinha recebendo ameaças. “Ele não tinha rixa com ninguém. Meu marido nunca matou uma pessoa. Ele só tem passagem pela polícia por conta das nossas brigas de casal”, disse.

Ainda de acordo com Sônia, Adonias costumava consumir bebidas alcoólicas no bar, mas não brigava com ninguém.

O corpo foi removido pelo Instituto Médico Legal (IML). A Delegacia Especializada de Homicídios e Sequestros (DEHS) trabalha com a hipótese de crime motivado por vingança e briga de bar. A polícia disse ainda que o suspeito é morador do bairro.

Por Ana Sena

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir