Sem categoria

Homem é preso após tentar esfaquear mulher

O caso também foi registrado na DECCM, onde o acusado foi autuado pelo crime de lesão corporal – foto: Arthur Castro

O caso também foi registrado na DECCM, onde o acusado foi autuado pelo crime de lesão corporal – foto: Arthur Castro

Depois de ameaçar matar a companheira, uma auxiliar de serviços gerais de 39 anos, e ainda atear fogo na casa da família, no bairro Colônia Terra Nova, Zona Norte, Danilo Pereira da Silva foi preso em flagrante, nesta segunda-feira (3), por policiais militares da 18ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom).

Sob efeito de álcool Danilo chegou em casa e ameaçou de morte a companheira, alegando que ela o traía. Transtornado, o suspeito se armou com uma faca e tentou golpeá-la. A vítima conseguiu fugir e acionar a polícia, mas para provocar a companheira, Danilo ateou fogo na casa.

Conforme testemunhas Danilo foi o responsável em atear fogo na residência, depois de suspeitar que era traído pela companheira. A assessoria de comunicação da Polícia Militar informou que o corpo de Bombeiros foi acionado para conter as chamas. Ninguém ficou ferido.

Vizinhos relataram à polícia que presenciaram a ação criminosa, após a briga do casal. Durante a detenção o suspeito apresentou resistência. A vítima e o acusado foram encaminhados à Delegacia Especializada de Crimes Contra a Mulher (DECCM), onde foi registrada a ocorrência. Danilo foi autuado em flagrante pelo crime de ameaça e em seguida, levado à cadeia pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, no Centro.

Espancamento

Joelisson Ferreira dos Santos, 25, foi preso por volta das 16h do último domingo, no  bairro Aleixo, Zona Centro-Sul, após espancar a companheira, uma mulher de 28 anos. Para polícia, o acusado disse que estava sob efeito de bebidas alcoólicas quando bateu na mulher após uma discussão. De acordo com a polícia, os vizinhos escutaram o pedido de socorro da vítima e acionaram a polícia.

Aos policiais militares da 16ª Companhia Interativa Comunitária (DIP), a vítima relatou que o marido saiu para beber com alguns amigos em um bar pela manhã e ao retornar estava bêbado. Em meio a uma discussão Joelisson ficou enfurecido, puxou o cabelo da mulher e começou a desferir vários chutes e socos no rosto e no peito dela, que passou a gritar por socorro, temendo ser morta pelo marido.

Conforme a Polícia Militar, ao ouvir os gritos da vítima, um vizinho entrou na residência e tirou o acusado de cima da companheira. Logo em seguida, a testemunha ligou para polícia. Ao avistar as viaturas, Joelisson ainda tentou correr e se esconder na casa de um familiar, mas acabou sendo capturado.

Fiança

O caso também foi registrado na DECCM, onde o acusado foi autuado pelo crime de lesão corporal. Entretanto, após prestar depoimento, Joelisson  teve uma fiança estipulada no valor de R$ 780. A mesma foi paga e Joelisson liberado.

Por Thaís Gama e Ana Sena

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir