Dia a dia

Homem é morto durante assalto a posto de combustível em Iranduba

No momento do crime a vítima estava conversando com frentistas em um posto no quilômetro 3 da AM 0-70 – Mara Magalhães

No início da madrugada desta quinta-feira (18), um homem identificado até o momento como “Pará” foi morto vítima de latrocínio (Roubo seguido de morte). O crime ocorreu em um posto de combustível, localizado no quilômetro 3 da AM-070, no município de Iranduba (a 27 quilômetros de Manaus).

De acordo com informações do frentista Gabriel Dourado, de 22 anos, que é responsável pelo expediente do turno da noite, “Pará” estava nas proximidades da loja de conveniência tomando uma cerveja e conversando com ele e mais três outros frentistas, quando quatro homens chegaram ao local e anunciaram o assalto.

Assustado com a situação, o grupo tentou correr para fugir dos assaltantes, porém, um dos suspeitos efetuou dois disparos na direção do grupo. Um dos tiros acertou a lateral do tronco da vítima, que não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

“Eles chegaram pela parte de trás do posto e anunciaram o assalto. Como eles estavam de uma certa distância, a gente tentou correr para fugir, eles nos mandaram parar de correr e seguida atiraram duas vezes. Infelizmente, um dos tiros acertou o ‘Pará’”, contou o frentista, que torceu o tornozelo no momento que tentou fugir dos bandidos.

A vítima foi morta com um tiro na lateral do tórax

Os suspeitos, que até o momento não foram identificados, fugiram levando o celular de um dos frentistas, além de outros pertences pessoais.

Conforme Gabriel Dourado, essa não é a primeira vez que acontecem assaltos no posto de combustível. Ele acredita que os assaltantes residem na região.

O posto de gasolina possui câmeras de segurança. As imagens deverão ajudar a polícia a identificar os criminosos. A vítima morava em um ferro velho, localizado no quilômetro 5 da AM-070.

Os frentistas reclamaram da demora da chegada da Policia Militar na ocorrência. Segundo eles, a equipe não tinha gasolina nas viaturas. O crime será investigado pela equipe do 31º Distrito Integrado de Polícia (DIP).

 

Mara Magalhães
EM TEMPO

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

grupo
Subir