Dia a dia

Homem é detido por suspeita de envolvimento em sumiço de canoeiro

Familiares foram até a balsa e acompanharam a ação dos bombeiros nas buscas – Fotos: Manoela Moura

Célio Farias de Souza, 28, foi detido, na manhã desta terça-feira (11), na balsa Júlio Araújo, nas proximidades da feira da Panair, na Zona Sul de Manaus. O homem é suspeito de envolvimento no desaparecimento do canoeiro Saturnino Pires Gomes, mais conhecido como ‘Seu Neném’.

O titular do 2º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Marcelo Martins, relatou que o suspeito teria contratado o serviço de transporte com o idoso. Entretanto, no caminho, ele anunciou o assalto. A autoridade policial ainda disse que nesse momento, ‘Seu Neném’ se jogou na água para fugir e não retornou mais.

“As investigações estão em andamento para confirmar o que realmente aconteceu. O suspeito foi apontado pelas pessoas que conhecem o canoeiro e perceberam o sumiço. Falaram que o Célio voltou para o bar onde estava bebendo anteriormente”, detalhou .

Martins ainda frisou que o suspeito confessou o crime, mas que é necessário encontrar o canoeiro para que a polícia dê andamento aos procedimentos necessários.

‘Seu Neném’ era conhecido na área

A situação foi testemunhada por vários trabalhadores da balsa, onde se encontra a Associação dos Feirantes da Panair. De acordo com o carregador, Aristeu Silva dos Santos Júnior, 29, ‘Neném’ saiu com o suspeito, de canoa, por volta da meia-noite. Já por volta das 3h, ele e os outros trabalhadores perceberam que o idoso ainda não tinha retornado.

“Umas 3h30 nós achamos a canoa sozinha boiando perto do Amarelinho. E nada do ‘Seu Neném’. Foi aí que nós encontramos o cara drogado lá na feira. Pegamos ele pra cá pra balsa e o povo espancou ele”, disse.

O filho do canoeiro, Marcos Cascaes Artriclino, 37, está na expectativa de que encontrem o canoeiro ainda com vida.

“É um momento de aflição, ainda temos esperança que ele esteja vivo. Alguns dos nossos parentes estão acompanhando os bombeiros nas buscas, outros estão no 2º DIP para fazer um novo B.O. Já outros, assim como eu, estão aqui na balsa”, disse.

Os amigos e trabalhadores da área na Panair pediram do delegado que Célio seja liberado para ajudar a mostrar o local exato onde a vítima desapareceu.

Conforme o Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM), o delegado Marcelo Martins solicitou apoio nas buscas do canoeiro considerando a dificuldade de encontrá-lo. O órgão informou que a equipe de mergulho foi acionada para atender a ocorrência, por volta de 13h, e realiza as buscas na superfície para constatar se o corpo emergiu.

As buscas foram encerradas no fim da tarde e devem continuar nesta quarta-feira (12).

Manoela Moura

EM TEMPO

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

To Top