Dia a dia

Homem confessa ser dono de tracajá e é preso, em Manaus

 

O animal estava dentro de uma caixa em uma balsa - foto: Batalhão Ambiental

O animal estava dentro de uma caixa em uma balsa – foto: Batalhão Ambiental

Ao confessar ser dono de um tracajá e que iria prepará-lo para consumo, Júlio Araújo de Lima, 68, foi preso por crime ambiental, na manhã desta segunda-feira (1º), no Terminal Pesqueiro da Panair, na Zona Sul de Manaus.

O animal estava dentro de uma caixa em uma balsa. Policiais do Batalhão de Policiamento Ambiental (BPAmb) encontraram também 360 quilos de pescado sem registro dos órgãos ambientais. Os peixes, da espécie aruanã, foram apreendidos e serão doados a instituições filantrópicas.

Júlio foi levado ao 3º Distrito Integrado de polícia (DIP), autuado e liberado. Ele responderá ao inquérito em liberdade. O crime ambiental é tipificado no Artigo 29, da Lei 9.605/98. Ele assinou um Termo Circunstancial de Ocorrência (TCO).

A aruanã encontra-se em período de defeso e só pode ser comercializado se oriundo de áreas de manejo ou criadores devidamente autorizados.

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir