Política

Hissa pode ser expulso do PDT nesta segunda-feira

O pré-candidato a prefeito de Manaus, deputado federal Hissa Abrahão vai ser julgado pela Comissão de Ética do Partido Democrático Trabalhista (PDT), nesta segunda-feira (30), no Rio de Janeiro. O parlamentar e mais cinco correligionários não seguiram a orientação nacional da legenda ao votarem a favor da admissibilidade do processo de impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff, no último dia 17 de abril.


Se for expulso, o parlamentar ficará fora da disputa ao cargo de prefeito de Manaus. Hissa acompanhará a decisão em Manaus e concederá entrevista coletiva, às 15h desta segunda-feira, para falar sobre seu julgamento. A reunião com os membros do Diretório Nacional iniciou às 10h30 (de Brasília).

O deputado, que era do PPS, assinou ficha de filiação no PDT em 18 de março, sob as bênçãos do presidente nacional do partido, o ex-ministro do Trabalho, Carlos Lupi. No início de abril, ele foi empossado, em sessão solene, como presidente regional do PDT, no entanto, duas semanas depois o parlamentar foi afastado do cargo e passou a sofrer processo de expulsão por não ter seguido a orientação do diretório.

1 Comment

1 Comment

  1. jorge

    30 de maio de 2016 at 17:23

    esse cara não esta na lava jato tbem, deveria ser expulso é de tudo esse traira, mais ele vai pedir voto novamente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir