Esportes

Hamilton tem chance de igualar na Áustria recorde que dura 45 anos

Lewis Hamilton tem a chance de acrescentar mais um recorde para seu currículo neste domingo (21), no GP da Áustria, oitava etapa do Mundial de Fórmula 1.

Primeiro colocado na classificação do campeonato e vencedor de quatro provas na temporada, caso lidere a corrida no Red Bull Ring o inglês irá igualar uma marca estabelecida por Jackie Stewart há 45 anos.

O escocês liderou 17 corridas seguidas entre os GPs dos EUA de 1968 até o GP da Bélgica de 1970.

Com a vitória no Canadá, há duas semanas, Hamilton chegou à marca de 16 etapas na primeira posição por pelo menos uma volta.

Sua sequência vem desde o GP da Hungria do ano passado, quando largou em 22º lugar por conta de um problema no motor de seu Mercedes, liderou a corrida e chegou na terceira colocação.

Pelo que mostrou até aqui nos primeiros treinos para o GP da Áustria, é grande a possibilidade de liderar ao menos uma volta na corrida de domingo, cuja largada está prevista para as 9h (de Brasília).

“Não gosto muito de dizer que estou atravessando um bom momento porque venho de uma vitória na última corrida porque há duas semanas entre uma etapa e outra. Não estamos no carro todos os dias então essa sensação meio que morre”, afirmou Hamilton em Spielberg.

“Claro que vamos para a corrida sabendo que vencemos a última, mas isso não chega a me afetar”, completou o bicampeão mundial, segundo colocado no GP da Áustria do ano passado -Nico Rosberg, seu parceiro de Mercedes, venceu a corrida.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir