País

Haddad estuda medidas para reduzir atropelamentos em São Paulo

O prefeito Fernando Haddad (PT) afirmou que a administração municipal estuda aumentar o número de faixas e semáforos para pedestres para reverter o aumento de atropelamentos por ônibus na cidade de São Paulo.

De acordo com dados da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), os atropelamentos por ônibus com morte subiram 31% em 2014, passando de 87 no ano anterior para 114. Especialistas entrevistados pela reportagem atribuem o aumento ao ganho de velocidade trazidos pelas faixas implantadas durante a gestão Haddad.

“Pedi para verificar se é possível instalar novas faixas e semáforos de pedestres em algumas vias específicas para que possamos conviver com essa nova realidade que efetivamente temos 500 km de faixas e corredores na cidade”, disse.

A CET havia inicialmente negado a relação dos acidentes com as faixas, mas o prefeito indicou que pode haver a ligação, embora ainda espere resultado final de um estudo que deve sair em 15 dias.

“[De acordo com] dados preliminares, aparentemente, o que há é uma combinação entre aumento de velocidade e atravessar a rua fora da faixa de pedestre”, disse Haddad.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir