Esportes

Guerrero marca, Flamengo domina e vence Fluminense em clássico nervoso

O primeiro Fla-Flu disputado fora do Rio de Janeiro em um jogo válido pelo Campeonato Carioca não poupou o torcedor presente no estádio Mané Garrincha, em Brasília, de emoções.

O nervosismo, porém, ficou restrito às jogadas duras e com as três expulsões (Cuellar, Marcos Jr e Wallace), já que o Flamengo foi soberano durante os 90min. Willian Arão abriu o placar e Guerrero deu números finais ao 2 a 1 do Flamengo diante do Fluminense, que descontou com Gustaco Scarpa.

Com o resultado, o Flamengo chega aos dez pontos e se consolida na segunda posição do Grupo B, atrás apenas do Botafogo com 15. Já o Fluminense, se manteve na quarta posição do Grupo A com sete pontos.

O jogo
Com os jogadores de frente tendo boa movimentação, o Fluminense iniciou o clássico pressionando o rival. Gustavo Scarpa e Fred tiveram boas oportunidades, mas pararam nas mãos de Paulo Victor. Não demorou muito, porém, para o clássico ficar equilibrado. E logo nas primeiras oportunidades, o Flamengo abriu o placar.

Após cobrança de escanteio curta, Cavalieri falhou e Willian Arão completou para o fundo das redes. Em vantagem, o Time da Gávea amassou o rival, principalmente pelo lado direito com a dupla Rodinei e Cirino. Foram seis finalizações contra apenas uma do Fluminense na etapa inicial e sentimento de alívio para a equipe das Laranjeiras. No intervalo, Diego Souza resumiu: “Graças a Deus acabou o primeiro tempo, vamos consertar o time no vestiário”, disse.

O técnico Eduardo Baptista tentou mudar e arrumar o lado esquerdo da defesa para o segundo tempo. Sacou Léo Pelé, improvisou Scarpa e reforçou o meio com a entrada de Douglas. De nada adiantou. No primeiro ataque pelo setor, o Flamengo ampliou. Rodinei cruzou na medida para Guerrero se antecipar a Henrique e fazer o segundo da equipe.

O clássico ficou quente a partir dos 8min. Cuellar e Marcos Jr se estranharam e foram expulsos. Nada mudou no duelo e o Rubro-negro seguiu absoluto em campo. Somente a partir dos 35min os comandados do técnico Muricy Ramalho deram mostra de cansaço. O Flu cresceu e diminuiu com Scarpa, de falta. Wallace foi expulso no fim e aumentou a pressão final do Tricolor em busca do empate. Mas não houve tempo. Vitória do Flamengo.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir