Política

Grupos pró-impeachment querem levar deputados para junto de manifestante

Manifestantes no gramado em frente ao Congresso Nacional - foto: divulgação

Manifestantes no gramado em frente ao Congresso Nacional – foto: divulgação

Os líderes de movimentos de rua que comandaram atos a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff pretendem levar deputados oposicionistas ao gramado, para junto dos manifestantes, após o resultado da votação.

Líderes do MBL, Renan Santos e Kim Kataguiri acompanham a sessão de votação no Salão Verde da Câmara. Os dois foram ‘tietados’ por deputados da oposição pouco antes de os parlamentares entrarem para o plenário e fizeram coro ao lado da oposição quando houve confronto de gritos de guerra com a ala que é contra o afastamento da petista.

“Esse cara virou muito voto”, comentou Renan ao abraçar o deputado Beto Mansur (PRB-SP). O parlamentar se notabilizou por fazer a leitura do longo relatório da comissão especial que foi favorável ao impeachment.

Questionado se com o possível afastamento da petista grupos como o MBL perderiam a função, Renan rechaçou. “A política se tornou um espetáculo e nós fazemos parte dele. O impeachment é um palco. Vão haver outros”, disse.

 

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir