Economia

Grupo Raman Neves apresenta projeto “Amazonas, Terra da Gente

O Grupo Raman Neves de Comunicação (GRN) deu o pontapé inicial para o projeto “Amazonas, Terra da Gente”, na noite desta quarta-feira (7), no Centro Cultural Povos da Amazônia, Zona Sul de Manaus. Com a participação de diversas autoridades, colaboradores e patrocinadores, foi apresentado o projeto que tem objetivo de resgatar a autoestima dos filhos da terra no momento em que o país atravessa uma grave crise econômica, e sobre a esperança de um futuro melhor.

De acordo com o superintendente GRN, Sandro Breval, o momento é de repensar as questões sociais e econômicas pelas quais o país e a Amazônia vem enfrentando, mas mostrar o melhor da nossa gente e da nossa cultura.

“Nós vivemos um processo de travessia. Então, nos congregamos essa causa e esse movimento com o viés de buscar alternativas. Visitar e revisar alguns valores, sobre a cultura, gastronomia, nossas potencias industriais, comerciais. De forma a dá uma nova opção e olhar para as questões amazônicas”, garantiu o gestor.

Presente ao evento, o deputado Serafim Correa salientou a importância do projeto como este do grupo Raman Neves de Comunicação.

“Esse é um momento importante. A crise também nos une. E em um momento como este, todos estão desafiados a encontra caminhos. Cumprimento a iniciativa da Rede EM TEMPO nessa direção. Temos que resgatar valores da nossa terra e a nossa gente”, afiançou o deputado e ex-prefeito de Manaus.

O diretor comercial da Manaus Ambiental, Guido Fontgalland Junior, lembrou da importância do projeto porque, segundo o mesmo, a Amazônia representa a maior e o melhor da grandeza do país. “O nosso Estado representa a cultura brasileira, em maior grau”, reforçou.

Autoestima

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto também demonstrou confiança no projeto do Grupo, afirmando ações afirmativas sobre a autoestima do povo amazonense e em demonstrar a nossa gente.

“É inegável que nossa cidade vem passando por transformações e se transformando em polo de atração turística. Mostrar nossas riquezas, gastronomia de gosto peculiar, cultura única, instituições que fazem o bem e personalidades, como o EM TEMPO se presta a fazer, vai nos ajudar a exercer ainda mais a principal vocação de nossa cidade: ser internacional. A terra é da gente, mas está aberta para abraçar o mundo”, salienta.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2016 EM TEMPO Online. Todos Os Direitos Reservados.

Subir