Sem categoria

Em Manaus, grupo de 60 pessoas faz manifesto em defesa do ex-presidente Lula

Grupo realizou ato no centro de Manaus - Foto: Ione Moreno

Cerca de 60 pessoas estiveram no centro da cidade para o grito da democracia em defesa do ex-presidente – Foto: Ione Moreno

Diretórios municipais, lideranças estudantis e filiados do Partido dos Trabalhadores (PT) realizaram um ato, no fim da tarde desta sexta-feira (4), em defesa do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva. A manifestação tem a intenção de rivalizar a oposição na prática de um processo social em defesa da democracia. Segundo a Polícia Militar, aproximadamente 60 pessoas participaram do movimento na avenida Eduardo Ribeiro, Centro de Manaus.

Os defensores do ex-presidente repudiam o mandato de condução coercitiva em que Lula foi submetido na 24ª fase da Operação Lava Jato, da Polícia Federal. A mobilização também teve como objetivo impedir a continuidade do ‘ciclo político’. Um grito de guerra foi criado: “Lula é meu amigo. Mexeu com ele, mexeu comigo”.

O Ministério Público investiga crime de ocultação de patrimônio, no caso do imóvel que foi reservado por Lula e sua esposa Marisa Lula da Silva, que também será ouvida, assim como o empreiteiro Léo Pinheiro, da OAS, e o engenheiro Igor Pontes, que acompanhou Lula durante visita ao apartamento.

Durante toda a manhã, grupos a favor e contra Lula chegaram ás principais vias de São Paulo. A expectativa do ato desagravo é que se espalhe pelo país nos próximos dias. Entre os grupos representados no ato, estavam a União da Juventude Socialista, União Nacional por Moradia Popular, Juventude do PT, Movimento Nacional pela Moradia e União Municipal Dos Estudantes Secundaristas.

Por Lindivan Vilaça

Com Informações de Stênio Urbano

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir