Política

Grupo anti-Dilma exibe em painel lista de deputados contra impeachment

O movimento não tem estimativa de presentes - foto: divulgação

O movimento não tem estimativa de presentes – foto: divulgação

O movimento Vem Pra Rua, um dos principais organizadores dos protestos antigoverno, inaugurou neste domingo (3) um painel para exibir os deputados federais contrários ou indecisos em relação à votação do impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Para seguir ao Senado, o processo de impedimento precisa do apoio de ao menos 342 de 512 deputados – o presidente da Casa não vota, mas Eduardo Cunha decidiu romper a tradição. O ato é realizado na avenida Paulista, em frente à Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo). A multidão presente ocupa o sentido Paraíso da avenida na altura da federação. O movimento não tem estimativa de presentes.

Um banner foi estendido em frente ao prédio da instituição com todos os deputados eleitos por São Paulo que estão na lista negra do Vem Pra Rua. O painel só ficará instalado neste domingo, mas o Vem Pra Rua afirma que irá erguê-lo nas eleições para exibir os políticos que não recomenda.

Os indecisos aparecem no alto, com a mensagem “vamos pressionar eles”. São eles: Antonio Bulhões (PRB), Marcio Alvido (PR), Miguel Lombardi (PR), Milton Monti (PR), Nelson Marquezelli (PTB), Renata Abreu (PTN), Tiririca (PR) e Vinicius Carvalho (PRB).

Os contrários ao impeachment aparecem abaixo, com a mensagem “nomes para nunca mais votar”. São 14 parlamentares: Ana Perugini (PT), Vicente Candido (PT), Nilto Tatto (PT), Paulo Teixeira (PT), Luiza Erundina (PT), Carlos Zarattini (PT), Paulo Maluf (PP), Orlando Silva (PC do B), Arlindo Chinaglia (PT), José Mentor (PT), Vicentinho (PT), Ivan Valente (Psol), Valmir Prascidelli (PT) e Andres Sanchez (PT).

Ato na av. Paulista

De acordo com Rogério Chequer, líder do Vem Pra Rua, a intenção é pressionar os parlamentares que estão se fazendo de indecisos para barganhar cargos e verbas com o governo federal.

Dilma concordou em aumentar o espaço de aliados como PP e PR no governo. Os partidos são considerados essenciais para brecar a tramitação do impeachment.

A ação deste domingo segue a linha de outra iniciativa do Vem Pra Rua chamada Mapa do Impeachment, que acompanha a posição e as mudanças de opinião dos congressistas.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir