Sem categoria

Greve: Bancários aderem parada nacional e param a partir de 30 de setembro

Paralisação nacional começa a partir da próxima terça-feira, 30 de setembro - foto: arquivo.

Paralisação nacional começa a partir da próxima terça-feira, 30 de setembro – foto: arquivo.

Seguindo decisão nacional, os bancários do Norte de Nordeste realizaram assembleia nesta sexta-feira (26) apenas para ratificar paralisação a partir do dia 30 de setembro, que aprovada na noite desta quarta (24) em São Paulo (SP), Piracicaba (SP), Criciúma (SC), Campina Grande (BA) e Teresina (PI).

De acordo Rubens Rodrigues, diretor da Federação Norte e Nordeste dos Bancários, a assembleia que será realizada nesta sexta-feira serve apenas para confirmar a paralisação já aprovada.

Os sindicatos de Juiz de Fora (MG), Fortaleza (CE) já tinham decidido pela greve. No total, a Contraf-CUT (Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro) representa 134 sindicatos no país, que realizam assembleias.

A categoria pede reajuste real (acima da inflação) de 5,8% e rejeitou a proposta dos bancos de aumento de 0,61% acima da inflação de 6,35% (INPC). No ano passado, o reajuste alcançado foi de 8% -1,82% acima da inflação.

A greve começa na próxima terça, menos de uma semana do primeiro turno da eleição presidencial e nos Estados. No ano passado, a greve durou 23 dias. Se isso se repetir, chegará próximo ao segundo turno da eleição, marcado para o dia 26 de outubro.

A maior greve foi em 2004, quando a categoria parou por 30 dias.

Por Stenio Urbano (EM TEMPO Online)

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir