Esportes

Gramado da Arena está livre de infestação de lagartas, diz Sejel

A recuperação em tempo recorde se deve ao pagamento de dívida da Sejel com a Greenleaff, que estava atrasada - foto: Diego Janatã

A recuperação em tempo recorde se deve ao pagamento de dívida da Sejel com a Greenleaff, que estava atrasada – foto: Diego Janatã

Atacado por uma praga de lagartas, o gramado da Arena da Amazônia está 100% recuperado, garantiu o secretário de Estado de Esporte, Juventude e Lazer, Ricardo Marrocos. Os insetos destruíram a maior parte da grama, deixando exposta a areia.

“Hoje, o gramado está apto a receber jogos de futebol”, disse Marrocos, acompanhado do engenheiro agrônomo, Ricardo da Silva, da empresa Greenleaff, responsável pela manutenção. “Foi estabelecido o prazo de 90 dias, de 24 de novembro a 24 de fevereiro. Temos de contar com os imprevistos de clima, como a chuva. Enfim, hoje nós estamos com 45 dias antecipados, metade do prazo”, elogiou Ricardo.

A recuperação em tempo recorde se deve ao pagamento de dívida da Sejel com a Greenleaff, que estava atrasada. “Estamos preparando o estádio para as Olimpíadas. Também pretendemos trazer outros jogos para Arena”, disse o secretário.

“Não há mais risco da volta dessa praga. Temos um agrônomo especialista que acompanhará a recuperação da grama diariamente”, disse Marrocos. A Sejel pretende entregar ao comitê quatro vestiários, todos do mesmo tamanho.

O secretário anunciou que os vestiários da Arena serão ampliados para proporcionar maior conforto às delegações que participarão das rodadas duplas do torneio de futebol olímpico, em Manaus. Está previsto também a instalação de postos médicos no estádio, uma das exigências da Rio 2016.

“Já temos local definido para esses postos médicos. Inclusive, já passam por melhorias nas instalações. Eles estarão em pleno funcionamento antes mesmo do dia 24 de maio, quando estaremos entregando o estádio a Rio 2016”, disse Sérgio de Menezes, do Comitê Organizador Local.

Por Lindivan Vilaça

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir