Política

Governo quer atuação de empresários brasileiros em visita de Dilma ao México

O governo brasileiro pretende levar uma comitiva de empresários na viagem ao México que a presidenta Dilma Rousseff fará no final deste mês. De acordo com o ministro das Relações Exteriores, Mauro Vieira, a visita de Estado que Dilma fará ao país será “muito importante para a relação bilateral”. Na ocasião, ela será recebida pelo presidente mexicano, Enrique Peña Nieto, e cumprirá agenda com ele.

 

O chanceler brasileiro afirmou que o governo está trabalhando para que haja a participação de empresários brasileiros na viagem, com o objetivo de fazer negócios com os parceiros mexicanos. Ele também disse que, no âmbito da relação entre os dois países, diversos acordos estão sendo negociados.

 

“Há desejo dos dois lados de promover relações cada vez maiores, até porque são as duas maiores economias do continente [latino-americano] e queremos ampliar as nossas relações. Já temos relações e posições coincidentes em várias áreas políticas”, explicou o chanceler. Ele diz que o Brasil deseja aumentar a relação comercial e os investimentos entre os dois países. Em 2014, o comércio bilateral totalizou R$ 9 bilhões. “É um comércio de qualidade, boa parte de manufaturados”, disse.

 

Com o objetivo de preparar a visita, o ministro Mauro Vieira encontrou-se na terça-feira (12) com o secretário das Relações Exteriores do México, José Antonio Meade. Embora a visita de Estado ainda não tenha sido confirmada oficialmente pelo Palácio do Planalto, a expectativa é que Dilma cumpra agenda, no México, nos dias 26 e 27 de maio.

 

A promoção do turismo é um dos principais temas que compõem a relação de Brasil e México, ao lado do comércio e da cooperação para o desenvolvimento. Segundo a Secretaria de Relações Exteriores mexicana, desde 2013, quando se eliminou a concessão de vistos entre os dois países, o fluxo de brasileiros que viajou para o país aumentou 16%, chegando a 300 mil turistas em 2014.

 

A intenção é continuar aumentando esse número, que atualmente representa somente 1% dos turistas que visitam o México, pois, de acordo com Mauro Vieira, 30 milhões de visitantes vão ao país norte-americano a cada ano.

 

Já no campo dos investimentos, o Brasil é o segundo principal destino dos investimentos do México no exterior, conforme o Ministério das Relações Exteriores. No sentido contrário, o país é o maior investidor latino-americano em território mexicano. Em declaração recente, Dilma Rousseff parabenizou o fato de o México ser um dos “grandes investidores” no país e disse que novos investimentos mexicanos no Brasil são “muito bem-vindos”.

 

O convite para que a presidenta fizesse uma visita de Estado foi reiterado na Cúpula das Américas em abril, durante encontro entre ela e o presidente mexicano no Panamá. Na reunião, os chefes de Estado celebraram a renovação do acordo automotivo entre os dois países. Prorrogado por mais quatro anos, o comércio de veículos leves livre de impostos de importação entre ambos pode chegar a US$ 1,56 bilhão.

 

Embora tenha viajado à cidade mexicana de Los Cabos em 2012, para encontro dos líderes do G20, esta é a primeira visita com honras de Chefe de Estado que a presidenta Dilma fará ao México. No mesmo ano, ainda como presidente eleito, Enrique Peña Nieto encontrou-se com Dilma no Brasil, em uma visita a países sul-americanos.

 

Por Agência Brasil

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir