Dia a dia

Governo investe R$1,4 milhão em reforma de UTIs do HPS João Lúcio

A UTI 1 já passa por reformas - foto: Josemar Antunes

A UTI 1 já passa por reformas – foto: Josemar Antunes

O Governo do Estado investiu aproximadamente R$1,4 milhão em melhorias no Hospital e Pronto Socorro João Lúcio, Zona Centro-Sul. A área da Unidade de Terapia Intensiva (UTI 2),   que passou por obras de reforma e troca de mobiliários e equipamentos,  foi entregue, agora, o trabalho começa a ser feito,  na área de UTI 1. 

“O objetivo é deixar a UTI 1 no mesmo padrão de ambiência da área já reformada”, disse o secretário estadual de Saúde, Pedro Elias de Souza. Ele ressaltou que, enquanto durou a reforma, a UTI 2 funcionou em outro espaço da unidade hospitalar, sem prejuízo para o atendimento dos pacientes. A mesma estratégia será adotada, nesta segunda fase do processo.

O investimento realizado pelo Governo do Estado na reforma das duas UTIs está estimado em R$ 1,4 milhão. “Estamos avançando no processo de melhorias da área física e também do fluxo de atendimento do HPS João Lúcio. Em breve, os usuários dos serviços desta importante unidade da rede estadual de urgência e emergência perceberão, com maior clareza, os resultados deste trabalho”, afirmou Pedro Elias.

O secretário frisou que as tratativas que estão sendo feitas com a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), com o objetivo de fortalecer e reordenar o fluxo de atendimento na Atenção Primária, são parte importante do esforço empreendido pela Susam para melhorar o atendimento na rede de urgência e emergência.

O diretor do HPS João Lúcio, Felizardo Monteiro, destaca que o trabalho feito na UTI 2 permitiu, inclusive, aumentar de 11 para 13 o número de leitos. “Todas as camas-leito são novas e elétricas, novas réguas de gases, de última geração, 50 novas bombas de infusão, cortinas privativas antimicrobianas, iluminação ambiente de leds, entre outros aspectos para tornar o ambiente mais acolhedor e totalmente adequado aos padrões de segurança que o atendimento intensivo exige”, explicou Felizardo.

 

O HPS João Lúcio, localizado na zona Leste de Manaus, registra uma média de 600 atendimentos por dia. Como parte do projeto de melhoria da infraestrutura interna da unidade, já foram iniciadas também as obras de readequação da antiga recepção do hospital, que passará a funcionar como enfermaria e contará com 40 macas para acolher pacientes em observação. “Estas obras devem ser concluídas em 45 dias”, informou o diretor.

Felizardo ressalta que, entre as medidas que estão em andamento, inclui-se, também, a ampliação da enfermaria de observação cirúrgica, que passará a dispor de mais 20 macas, para acolhimento dos pacientes em observação.

No caso do Centro Cirúrgico, houve aquisição de novos equipamentos. “O centro ganhou quatro novas mesas cirúrgicas, todas elétricas, que facilitam o manuseio do paciente, durante os procedimentos”, disse o diretor.

No primeiro andar da unidade, outra área será readequada para abrigar 15 ou 20 novos leitos. “Estamos fazendo o levantamento dos custos para fazer essa reforma e também a possibilidade de ampliação das equipes que fazem o atendimento”, disse o diretor.

O diretor acrescenta que, além das mudanças na infraestrutura, estão sendo implementadas medidas para reordenar o fluxo dos pacientes e qualificar ainda mais o acolhimento dos mesmos. “Este é um processo no qual estamos procurando envolver todos os colaboradores da unidade”, afirmou Felizardo.

Com informações da assessoria de comunicação

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir