Economia

Governo eleva taxas de financiamento do BNDES para 7,5% ao ano

bndes2

O aumento dessa taxa é parte do ajuste fiscal do governo federal, que pretende reduzir os gastos do Tesouro Nacional com subsídios de financiamentos feitos por meio do BNDES. foto: divulgação.

A taxa de juros que serve de referências para os empréstimos do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) vai subir novamente a partir de 1º de janeiro de 2016.

O CMN (Conselho Monetário Nacional) aprovou nesta quinta-feira (17) o quinto aumento seguido da TJLP (Taxa de Juros de Longo Prazo), que passa de 7% para 7,5% ao ano. Com isso, a taxa retorna ao patamar em que estava entre julho e setembro de 2006.

A nova taxa valerá para o período de 1º de janeiro a 31 de março de 2016. A TJLP é fixada no final de cada trimestre pelo CMN, que decide o percentual que valerá nos três meses seguintes.

O aumento dessa taxa é parte do ajuste fiscal do governo federal, que pretende reduzir os gastos do Tesouro Nacional com subsídios de financiamentos feitos por meio do BNDES.

Depois de ficar estável em 5% ao ano durante os anos de 2013 e 2014, o conselho, formado pelo Banco Central e pelos ministérios da Fazenda e do Planejamento, começou a elevar o custo desses empréstimos.

A TJLP é calculada a partir de dois parâmetros, a meta de inflação e o prêmio de risco. O CMN informou que decidiu elevar este segundo componente em 0,5 ponto percentual, “tendo em vista a evolução média dos índices que refletem o risco-Brasil em mercados internacionais”.

 

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir