Dia a dia

Governo do Amazonas vai dobrar vagas para hemodiálise no Adriano Jorge

A Fundação Hospital Adriano Jorge (FHAJ) está recebendo investimentos para duplicar a quantidade de vagas para hemodiálise a partir do mês de julho. Implantado este ano na unidade, o serviço de atendimento aos pacientes renais está sendo ampliado com obras de expansão e adequação de estrutura física e a contratação de novos profissionais e equipamentos. A Secretaria de Estado de Saúde (Susam) planeja aumentar de 67 para 144 o número de pacientes mensalmente pelo serviço.

O investimento está sendo feito com recursos próprios do tesouro estadual. Segundo o secretário de Estado de Saúde, Pedro Elias de Souza, as ações ajudam a melhorar o atendimento e o tratamento ofertado na rede pública aos doentes renais do Amazonas. Outros investimentos estão em andamento. É o caso da reestruturação do Centro de Hemodiálise na FHAJ, com o repasse de recursos da ordem de R$ 1,8 milhão, oriundos do Fundo de Promoção Social (FPS). O projeto está em fase de licitação.

“Estamos ampliando e adequando espaços físicos, fazendo a alocação de equipamentos novos de hemodiálise e teremos mais equipes no Hospital Adriano Jorge com esse investimento, oriundo de recurso direto do Estado, para dobrar a oferta de vagas de hemodiálise. Além dele, temos ainda o projeto do Fundo de Promoção Social, que está em licitação. Quando o concluirmos, teremos capacidade instalada para ofertar 300 vagas mês”, afirmou Elias.

Além do FHAJ, o Governo do Estado oferece os serviços de hemodiálise no Hospital Universitário Getúlio Vargas e em cinco clínicas particulares contratadas para atender pacientes em tratamento encaminhados pela Susam. Cerca de 800 pacientes são atendidos regularmente. “Com essa oferta vamos diminuir o quantitativo que aguarda para fazer hemodiálise e ajudar a melhorar as condições de pacientes que estão nos prontos-socorros de Manaus. O fluxo de pacientes renais é grande”, disse.

FHAJ terá centro de Hemodiálise – Por meio do Fundo de Promoção Social (FPS), o Governo do Amazonas pretende implantar na Fundação Hospital Adriano Jorge um Centro de Hemodiálise. Este ano, o atendimento em Hemodiálise entrou em funcionamento na unidade. Agora, contará com mais R$ 1,8 milhão para a expansão da estrutura para a clínica de hemodiálise.

Obras de adequação serão feitas em uma área do antigo Setor de Tisiologia da unidade, que passará a concentrar todo o atendimento aos pacientes renais crônicos. O Centro de Hemodiálise terá capacidade para atender 300 pacientes por mês e será o maior do Estado.

A intenção da Susam é preparar o Hospital Adriano Jorge para se tornar a referência da rede pública para o atendimento dos renais crônicos, inclusive credenciando a unidade junto ao Ministério da Saúde para realização de transplantes de rim.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir