Dia a dia

Governo deve comprar mais de 100 toneladas de peixe para merenda escolar

A ‘Kardume’ é uma das empresas que fornece peixe para a merenda dos alunos da rede pública do Estado – Divulgação

O Governo do Estado, por meio da Agência de Desenvolvimento Sustentável (ADS), pretende adquirir mais de 100 toneladas de peixe para o Programa de Regionalização da Merenda Escolar (Preme) neste ano. Entre as empresas que estão credenciadas no programa está a Kardume Comércio de Pescados Ltda., que no ano passado entregou mais de 20 toneladas de filé de pescado e filé de pirarucu ao Preme.

De acordo com o presidente da ADS, Lissandro Breval, o interesse e empenho de empresas da região especializadas em pescado é um dos motivos pelos quais a Agência acredita que as parcerias com empresas privadas têm beneficiado diretamente os produtores do interior e garantido produtos de qualidade na mesa dos estudantes da rede estadual de ensino.

“Em função da existência de empresas que buscam alternativas para crescer e ao mesmo tempo gerar renda, podemos afirmar que essas parcerias têm contribuído com a geração de renda em todo o nosso Estado. A parceria beneficia principalmente os alunos da rede pública, que recebem sempre produtos frescos e de qualidade”, enfatizou Lissandro.

O presidente da Kardume, Valdécio Pittch, informou que a empresa emprega 16 pessoas diretamente e mais de 80 pessoas indiretamente. Pittch contou que já realizou o credenciamento da empresa no Preme 2017 e está aguardando a demanda de quantidade de pescado que deverá fornecer, bem como o cronograma de entrega deste ano, que será informado pela ADS.

“Essa parceria é muito importante para nós e principalmente para os produtores, que têm para quem vender com segurança. O trabalho deles é valorizado e o nosso da mesma forma, uma vez que podemos vender produtos de alta qualidade a um preço justo. Só temos muito a agradecer a ADS por nos dar a oportunidade de contribuir com a vida de milhares de pessoas na nossa região”, finalizou Pittch.

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir