País

Governo adia prazo de inscrições para financiamento de pesquisa sobre o Zika

O edital prevê um montante R$ 65 milhões para incentivar descobertas em nove linhas de estudos relacionadas ao vírus - foto: divulgação

O edital prevê um montante R$ 65 milhões para incentivar descobertas em nove linhas de estudos relacionadas ao vírus – foto: divulgação

O Ministério da Saúde prorrogou as inscrições para pesquisadores concorrerem a bolsas na área de prevenção, diagnóstico e tratamento de infecções causadas pelo Zika. Lançado no começo de junho, o edital prevê um montante R$ 65 milhões para incentivar descobertas em nove linhas de estudos relacionadas ao vírus.

Inicialmente o fim do prazo para as inscrições estava previsto para hoje (25). Agora, foi estendido para o dia 10 de agosto. Com a alteração, a divulgação dos resultados será a partir do dia 4 de outubro. Já a contratação das propostas aprovadas será feita a partir de 18 do mesmo mês.

Os projetos serão financiados dentro de três faixas de valores: até R$ 500 mil, de R$ 500 mil até R$ 1,5 milhão e de R$ 1,5 milhão até R$ 2,5 milhões. O edital é uma parceria entre os ministérios da Saúde; da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações; e da Educação, que destinaram, respectivamente, R$ 20 milhões; R$ 15 milhões e R$ 30 milhões.

Para participar, os pesquisadores devem encaminhar os projetos pelo site do CNPq. O formulário está disponível na Plataforma Carlos Chagas. O projeto deve estar em uma das nove linhas temáticas de pesquisas relacionadas ao vírus Zika: desenvolvimento de novas tecnologias diagnósticas; desenvolvimento e avaliação de repelentes e de imunobiológicos; inovação em gestão de serviços em saúde; imunologia e virologia; epidemiologia e vigilância em saúde; estratégias para controle de vetores; desenvolvimento de tecnologias sociais e inovação em educação ambiental e sanitária, além de fisiopatologia e clínica. Os estudos devem ser concluídos dentro do prazo de 48 meses.

Por Agência Brasil

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir