Economia

Governador tranquiliza os servidores sobre salários

 Segundo Melo, o pagamento está no prazo previamente estabelecido - foto: Diego Janatã

Segundo Melo, o pagamento está no prazo previamente estabelecido – foto: Diego Janatã

Agendado para depois do dia 25 de dezembro, o pagamento do salário  da maior parte do funcionalismo público não representa dificuldades para o Estado, afirmou ontem o governador José Melo ao EM TEMPO.

Na ocasião, o governador recebeu alguns secretários e convidados e sancionou a lei nº 337/2015, que estabelece regras para o governo estadual receber recursos de compensações ambientais desembolsados por organismos internacionais e países poluidores pelos serviços prestados pela floresta.

Segundo Melo, o pagamento está no prazo previamente estabelecido. Ele destacou ainda que, diferentemente de outros Estados, o Amazonas não irá suspender o pagamento do 13º salário.

“Estamos pagando o 13º (salário) e estamos pagando a folha dentro do mês. Mais da metade dos Estados brasileiros pagará a folha ou pagará o 13º. A outra metade dos municípios brasileiros não pagará o 13º, mas o Amazonas pagará”, esclareceu.

Questionado sobre as datas de pagamento para os grupos de servidores acontecer apenas depois dos festejos natalinos, Melo justificou a data tardia como sendo normal e que a mudança na data ocorreu apenas por questões de ingresso de recursos da receita.

“O importante é a garantia que os servidores receberão o seu salário este mês e também os outros 50% do 13º salário. Isto é função do caixa, do ingresso de recursos, nós temos para pagar o 13º salário, no entanto, os ingressos de receita do estado têm quatro dias. Dia 5, 10, 20 e 26, então tem que entrar dinheiro para que nós possamos pagar. Logo, tomamos essa decisão de adiantar o 13º e pagar a folha logo em seguida, mas tudo dentro do mês”, afirmou.

Por Luiz Henrique Oliveira

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir