Sem categoria

‘Gordinho’ é preso com 45 quilos de drogas, granadas, munição e espingarda, em Manaus

Rafael Rodrigues da Silva,23, conhecido como ‘Gordinho’, foi preso no estacionamento de um supermercado, na avenida Djalma Batista - foto: divulgação

Rafael Rodrigues da Silva,23, conhecido como ‘Gordinho’, foi preso no estacionamento de um supermercado, na avenida Djalma Batista – foto: divulgação

Apenas dois suspeitos de tráfico de drogas foram presos, na noite dessa quinta-feira (5), em Manaus, durante a megaoperação ‘Ranheta’, deflagrada pela Polícia Civil para combater a venda de drogas na Zona Centro-Oeste da capital. Foram apreendidos 45 quilos de cocaína e skunk, além de granadas, um rifle e munição para fuzil.

Rafael Rodrigues da Silva,23, conhecido como ‘Gordinho’, foi preso no estacionamento de um supermercado, na avenida Djalma Batista. Ele foi detido em flagrante no momento que iria entregar o carregamento de drogas. Na casa dele, os policiais encontraram material para embalagem dos entorpecentes. ‘Gordinho’ guardava 14 balas de fuzil, uma espingarda, três granadas, celulares, duas balanças de precisão e substâncias químicas.

De acordo com o delegado Thyago Tenório, do Departamento de Investigação sobre Narcóticos (Denarc), a polícia começou a investigar ‘Gordinho’ há 15 dias, a partir de denúncias anônimas.

Também suspeita, Rylley Lima Alvares, conhecida como ‘moranguinho’ 35, foi presa com 350 pinos de plástico contendo cocaína. A prisão ocorreu no bairro Armando Mendes, Zona Norte da cidade.

'Moranguinho' comercializava entorpecente no seu próprio bar, que é conhecido como ‘Inferninho’ - foto: divulgação

‘Moranguinho’ comercializava entorpecente no seu próprio bar, que é conhecido como ‘Inferninho’ – foto: divulgação

Conforme o delegado, Rylley, comercializava entorpecente no seu próprio bar, que é conhecido como ‘Inferninho’.

Rafael e Rylley foram autuados por tráfico de drogas. Após os procedimentos feitos na delegacia serão levados para uma unidade das prisionais da capital.

Por Mara Magalhães

Com informações de Ana Sena

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir