/* */
Super Máquinas

GM aposta no Equinox para substituir Captiva

Promessa é de que o modelo brasileiro venha idêntico ao comercializado nos EUA – Divulgação

 

O Chevrolet Equinox 2018 é um dos últimos modelos globais da GM que ainda não haviam chegado ao catálogo brasileiro. Após um período de “vacas magras” da Chevrolet por aqui, a retomada do bom desempenho e de veículos atraentes gerou uma onda de atualizações na linha, tornando-a mais adequada à identidade global da GM.

Restava, no entanto, atualizar a picape pequena Montana e o SUV Captiva. A Montana, sofrendo com a concorrência desleal da Fiat, permanece sem planos para o futuro, mas a Captiva, atuando com pouco fôlego em um segmento extremamente aquecido do mercado, era um dos temas centrais da Chevrolet para 2017.

Exatamente por isso chega o Chevrolet Equinox 2018: um SUV um pouco maior que aposentará a Captiva de uma vez por todas. Recentemente atualizado nos EUA, o modelo que chega ao mercado brasileiro é o mais atual, vindo diretamente da fábrica mexicana.

O modelo já entra no Brasil como linha 2017, ocupando imediatamente a apagada posição da Captiva para tentar tomar uma fatia maior de seu segmento. O modelo toma, até mesmo, o espaço de importações da Captiva, também vinda do México. Isso facilita bastante e rápida chegada da Equinox por aqui, restando saber se o modelo realmente aquecerá a atuação da GM entre as SUVs.

Motorização

Nos EUA, há basicamente três tipos de motorização para a Equinox 2018. Dado o fato de que o modelo será importado da mesma planta que fornece o veículo para o mercado norte-americano, o mais provável é que a Equinox brasileira compartilhe ao menos uma destas configurações.

Novo modelo de SUV da GM Chevrolet que vai aposentar o Captiva

A gasolina, há opções de motorização 1.5 e 2.0 turbo, capazes de gerar – respectivamente – 173 e 255 cavalos de potência. A opção a diesel é um 1.6 turbodiesel, capaz de entregar pouco menos de 140 cavalos, que provavelmente não chegará por aqui por enquanto.

Ficam na briga, portanto, as opções a gasolina. A Captiva, atualmente, utiliza um 2.4 aspirado que entrega 184 cavalos. Colocar um 1.5 de potência muito semelhante e tecnologia mais atual, resultando em consumo mais eficiente, parece uma estratégia mais coerente. Isso é especialmente verdade considerando-se as opções da concorrência, na faixa dos R$ 120 mil.

A expectativa é que, inicialmente, apenas uma motorização seja oferecida por aqui, o que torna o 1.5 a gasolina mais provável, ao menos no primeiro ano. Não há previsões para que a opção a diesel entre no mercado brasileiro.

Visual atualizado

Uma das grandes vantagens da vinda do modelo diretamente do México é seu nível de atualização. Recém-atualizada para uma nova geração, a Chevrolet Equinox 2018 brasileira chegará igual à versão dos EUA. Isso completa a atualização completa do catálogo da GM no Brasil, que finalmente aproximou todos seus veículos à identidade visual da marca.

Com a grade dividida e os faróis finos e horizontalizados, o Chevrolet Equinox 2018 será posicionados entre a Tracker e a Trailblazer, no mercado brasileiro, mas com o valor um pouco superior ao preço atual da Captiva.

Modelo é um dos únicos produzidos mundialmente que ainda não haviam chegado ao Brasil

Modelo vem bem equipado

Por dentro, o Chevrolet Equinox 2018 trará um nível tecnológico que parecia fazer falta na Captiva. Além do bom acabamento já presente com bancos de couro, ar-condicionado digital e controle de tração, o modelo passará a contar com mais tecnologia de entretenimento e de segurança.

Para a diversão, a central multimídia será o MyLink2, já com possibilidade de integração com Android Auto e Apple CarPlay. Além disso, o modelo contará com ao menos um ano de assistência virtual OnStar.

Em relação aos itens de segurança, o modelo trará alertas de desvio de faixa, de colisão iminente e de ponto cego, com dispositivos autônomos de frenagem automática e assistentes de manutenção de via.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir