Cultura

Gilberto Gil perde, mas pianista brasileira leva prêmio no Grammy

Gilberto Gil concorria a sua terceira estatueta pelo disco "Gilberto Samba Ao Vivo" - foto: reprodução

Gilberto Gil concorria a sua terceira estatueta pelo disco “Gilberto Samba Ao Vivo” – foto: reprodução

O Brasil quase não teve vez na 58ª edição do Grammy, maior premiação da indústria musical no planeta. As três categorias com discos brasileiros no páreo tiveram os vencedores anunciados mais cedo nesta segunda-feira (15), antes da parte televisionada da cerimônia.

Gilberto Gil concorria a sua terceira estatueta pelo disco “Gilberto Samba Ao Vivo”, mas perdeu na categoria melhor álbum estrangeiro para “Sings”, de Angelique Kidjo (Benim).

Os arranjos da versão de “Garota de Ipanema” do álbum “Lado B: Brazilian Project”, da pianista brasileira Catina DeLuna, também não deram a vitória ao venezuelano Otmaro Ruiz – perderam para “Sue (Or In A Season Of Crime)”, faixa de “Nothing Has Changed”, coletânea de David Bowie (1947-2016).

A noite foi salva pela pianista Eliane Elias. Radicada nos EUA, ela venceu a categoria melhor álbum de jazz latino com “Made in Brazil”, seu 24º álbum. Eliane não compareceu à cerimônia.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir