Sem categoria

Gasolina será vendida a R$ 2,20 em Manaus, em protesto contra carga tributária

Valor cobrado nas bombas da capital amazonense é de R$ 3,60, mas sofrerá rebaixa no posto parceiro da CDL, em sintonia com a campanha nacional da entidade – foto: Alberto César Araújo

Valor cobrado nas bombas da capital amazonense é de R$ 3,60, mas sofrerá rebaixa no posto parceiro da CDL, em sintonia com a campanha nacional da entidade – foto: Alberto César Araújo

O peso dos tributos sobre a venda de gasolina nas bombas da capital amazonense levou a Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL – Jovem) – em sintonia com a CDL Nacional, em todo o país – a fazer mais um dia de ‘queima’ em um dos postos de combustíveis na cidade.


A estimativa é que a soma de contribuições, impostos e taxas sobre a comercialização do produto chegue 38,89%, o que levou a entidade a oferecer o derivado de petróleo a R$ 2,20 o litro, na próxima quinta (21), no Posto 3.000,na avenida Djalma Batista, bairro São Geraldo, Zona Centro-Sul da cidade.

Serão cerca de 5.000 litros de gasolina vendidos a um valor bem abaixo do atual nos postos de Manaus – R$ 3,60, em média – que serão vendidos após a apresentação de uma ficha, que será distribuída aos motoristas no posto, a partir das 7h.

Segundo o coordenador estadual da CDL – Jovem, Erick Bandeira, a data do evento marca o fim de um período de 145 dias em que o contribuinte trabalha apenas para pagar tributos.

Além da baixa do preço, o grupo vai mostrar, por meio de informativos e infográficos, como é possível na prática, a carga tributária ser reduzida.

“A carga tributária pode ser bem menor, ou até mesmo não pagarmos mais impostos. Isto teria um grande benefício para a população, que iria administrar seu próprio dinheiro, gastando da melhor forma possível, com educação para seus filhos, tratamentos de saúde melhores, etc”, encerrou Bandeira.

Com informações de Joandres Xavier (especial EM TEMPO Online)

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir