Esportes

Garoto do Amazonas passa em ‘peneira’ do Flamengo e fará testes no clube carioca este ano

Garoto treina diariamente na Escolhinha do Fla, em Manaus, com mais de 30 colegas que estão torcendo pelo sucesso de Richard no Rio – foto: divulgação

Garoto treina diariamente na Escolhinha do Fla, em Manaus, com mais de 30 colegas que estão torcendo pelo sucesso de Richard no Rio – foto: divulgação

O sonho da maioria dos jovens brasileiro é, sem dúvidas, ser jogador de futebol. Em pequena ou grande escala, as crianças nascidas no país têm como ídolos nomes como Ronaldinho Gaúcho, Ronaldo, Romário, Messi, Cristiano Ronaldo, Kaká… No entanto, poucos são os que conseguem trilhar os caminhos de sucesso dentro das quatro linhas. Mas, para o amazonense Richard Souza Mendonça, de apenas 11 anos, o sonho entrou no caminho certo para se tornar realidade em um futuro bem próximo.

O adolescente passou, recentemente, em uma peneira realizada pelo Clube de Regatas do Flamengo e passará a temporada de 2016 inteira no Rio de Janeiro, para uma avaliação mais apurada pelos profissionais do clube da Gávea. Ele viajou na semana passada, acompanhado pelos pais. A peneira, evento promovido para avaliar crianças e adolescentes, é um recurso comum utilizado pelas agremiações e tem ganho cada vez mais espaço em Manaus.

A rara oportunidade de fazer teste no Flamengo surge como um presente tardio de Natal. Richard é de origem humilde, morador do bairro Grande Vitória, na Zona Leste de Manaus, um dos mais precários em infraestrutura urbana da cidade.

Habilidoso com a perna esquerda e com fome de gol, o jovem atleta conta que essa chance era esperada desde os 5 anos de idade. “Jogar no Flamengo ou em outro grande clube do Brasil é o sonho de qualquer menino. Agora, vou seguir o que me for ordenado e fazer o que puder para que eu possa me firmar lá no Rio de Janeiro. Sei que não vai ser fácil, mas tenho fé em Deus e com o apoio da minha família tudo vai dar certo”, diz a criança, que já pensa como gente grande.

Se depender da dona de casa Elaine Cristina Soares Souza, 36, não faltará apoio ao filho para que o sonho vire realidade e dê tudo certo. “Acredito muito no potencial do meu filho, sei que ele vai muito longe. Se ele chegou até aqui, tenho certeza que pode alcançar voos mais altos”, observa a mãe coruja, com os olhos cheios de lágrimas que, segundo ela, expressam uma mistura de alegria e tristeza, já que poderá ficar longe do filho durante todo 2016.

Serão 15 dias de testes no Mengão, uma jornada nada fácil para um garoto de 11 anos de idade, mas recompensadora para um flamenguista. O time carioca é o clube de coração de Richard, mas foi na escolinha do Sampaio Correia, do Maranhão, em Manaus, que ele deu os primeiros chutes na bola. Porém, nenhum ídolo do Flamengo e nem do Tricolor de São Pantaleão inspiraram o amazonense. Sua referência é um craque argentino Lionel Messi, do Barcelona. Ou seja, a inspiração é no melhor do mundo.

Para o professor da escolinha do Rubro-Negro em Manaus, Gesiel Silva, o garoto tem muito potencial e pode, sim, se tornar um profissional em breve.

“Não se trata apenas de sorte e competência, duas palavras que são oportunas para a situação dele (Richard). Esta é uma oportunidade rara para chegar ao nível profissional, até os 18 anos, quando estará totalmente preparado e capacitado. Até lá, vai ter que passar por muita avaliação, um conjunto técnico que reúne preparação física e aperfeiçoamento tático”, avalia Gesiel.

O treinador diz que Richard tem facilidade no domínio de bola e no chute, tanto com a esquerda quanto com a direita. “Os jogadores aqui de Manaus são muito bons. Acho que o futebol daqui deveria ter mais atenção por parte dos governantes e, até mesmo, de outros clubes do Brasil”, comenta o técnico.

Por Lindivan Vilaça

4 Comments

4 Comments

  1. Denilson Santos

    7 de novembro de 2016 at 09:34

    Grande time

  2. joana darc

    22 de maio de 2016 at 22:07

    gostaria de saber qual idade pode participar da peneira

  3. pablo

    19 de janeiro de 2016 at 15:15

    Masa

  4. Heli Silva

    17 de janeiro de 2016 at 19:05

    Helio Silva – olá amigos , mais uma presença no
    C T , fábrica de craques , que certamente contará
    com os mais experientes profissionais para ajudar
    o menino maranhense .

    Saudações Rubro Negras

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir