Sem categoria

Galerias estrangeiras expõem ‘O papelão’ amazonense

Rosto em obra de Euros Barbosa não revela, de fato, um gênero específico - foto: divulgação

Rosto em obra de Euros Barbosa não revela, de fato, um gênero específico – foto: divulgação

Com formação em desenho artístico pelo Liceu de Belas Artes e Ofícios, do Rio de Janeiro, o manauense Euros Barbosa, 50, fez carreira na imprensa de Manaus como chargista, cartunista e ilustrador. O aprendizado na arte também resultou em trabalhos de reconhecimento internacional. E foi graças a obras de colagem e desenhos que o amazonense foi selecionado entre 42 artistas brasileiros para uma exposição itinerante por três países europeus e duas cidades norte-americanas.

O tour começará por Viena, na Áustria, onde Euros irá compor a mostra com a obra “O Papelão”, uma colagem que forma o rosto de uma mulher. A exposição será entre os dias 18 e 25 deste mês, na Galerie Koko, uma das mais populares da capital austríaca. Depois, vai ao Porto (Portugal), em abril, e em seguida à Paris (França). Da Europa, segue para Miami e, depois, Nova York, nos Estados Unidos. A excursão do artista e sua obra acontece até novembro deste ano. A curadoria para a exposição é assinada por Ângela Oliveira e Euros afirma que, para esta empreitada, conta com apoio da Casa Brasil, Artnatik, Info Magazine e Secretaria de Estado da Cultura (SEC).

A presença de grandes profissionais das artes plásticas na exposição não o intimida, de acordo com o que revela o próprio Euros Barbosa. Cada artista participará com uma única obra. “Acho que cada participante tem seu próprio espaço. Mesmo levando em consideração o tamanho da galeria e das obras, sei que terão trabalhos maiores que o meu, mas isso não é ao caso quando se trata de conteúdo. Mesmo assim, é um desafio”, diz.

“O Papelão” foi criado em alto relevo com pedaços de… papelão. Enigmática, a obra foi pintada em acrílico e não pode ser dobrada. Suas dimensões determinam um quadrado de 55 x 55 centímetros. O vermelho e o amarelo predominam na figura de características andrógina.

Euros acredita em boa aceitação do público ao seu trabalho. “Já vi as obras de outros artistas e acredito que terei um bom resultado. Inclusive, poderei vendê-la. Logo, terei que produzir outra para expor nas outras cidades que irei visitar”, explica.

Paris e Nova York, aliás, não são novidades para o artista. Euros já fez exposições nas duas cidades. Na “Cidade Luz”, ele expor em 2012, e na “Big Apple”, em 2013. No Brasil, Euros Barbosa também já teve trabalhos expostos em São Paulo. “Eu participei do “Salon De Lá Société Nationale Des Beaux-Arts”, no Carrossel Du Louvre, um dos museus mais conhecidos do mundo. Fui também convidado para o “Brazilian Day”, em 2013, em Nova York. Nessa ocasião, expus minha obra na HSA Gallery”, lembra.

Euros Barbosa começou a trabalhar com ilustração em jornais aos 20 anos de idade. Também tem trabalhos publicados em livros e revistas, além de possuir marca registrada em “cartoons” e charges. Seu trabalho agregou novas tendências de arte pós-moderna e contemporânea. No seu currículo, encontra-se ainda o desempenho como diretor do Núcleo de Artes da TV Cultura do Amazonas por 5 anos.

Em Manaus, realizou a exposição “Do risco ao pixel”, em 2013, na qual mostrou diversidade de técnicas utilizada em 30 anos de carreira. Atualmente, o amazonense desenvolve trabalhos com pinturas digitais, conhecidas como “photopainting”, e colagens digitais em fotos e desenhos.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir