Mundo

Funeral muçulmano de Muhammad Ali reúne cerca de 16 mil pessoas

A despedida a Muhammad Ali começou nesta quinta-feira (9) em sua cidade natal, Louisville, no Estado de Kentucky (EUA), com um funeral muçulmano. Cerca de 16 mil pessoas compareceram ao jenazah, palavra em árabe para funeral.

Estiveram presentes algumas figuras conhecidas do boxe, como o empresário Don King e o ex-boxeador Sugar Ray Leonard. Lonnie, viúva de Ali, também esteve no Freedom Hall, arena que recebeu a cerimônia.

Aos 74 anos, Ali morreu na última sexta-feira (3) em consequência dos problemas de saúde derivados de uma batalha contra o Mal de Parkinson que durou mais de três décadas. Ele estava internado em um hospital de Phoenix, capital do Estado de Arizona.

A segunda parte do funeral será realizado nesta sexta (10), no KFC Yum! Center, principal ginásio de esportes de Louisville, com capacidade para 22 mil pessoas.

Entre as presenças confirmadas estão as do presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, do rei Abdullah II, da Jordânia, e do ex-presidente norte-americano Bill Clinton.

A cidade de Louisville está acostumada a receber muitos turistas durante o Dérbi de Kentucky, principal prova de turfe do país. No entanto, de acordo com o prefeito Greg Fischer, a cerimônia fúnebre de Ali será um marco na história de Louisville, atraindo gente de todas as partes dos EUA e de outros países.

Antes da cerimônia, o corpo de Ali será levado em uma procissão pelas ruas de Louisville, com passagem pelos pontos que mais marcaram a vida do lutador três vezes campeão do mundo dos pesos-pesados. Ao fim do dia, será feito o enterro de Ali, reservado para familiares e amigos do lendário pugilista.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir