Dia a dia

Fundação Alfredo da Mata realiza exames rápidos e gratuitos de hepatites B e C

Expectativa é de que 3,6 mil pessoas façam o exame | Janailton Falcão

Mais de 120 exames rápidos para diagnóstico das hepatites do tipo B e C foram feitos na Fundação Alfredo da Matta (Fuam) em uma ação intensificada, na manhã desta quarta-feira (19). O trabalho é referente à campanha de prevenção e conscientização da doença, que ocorre em todo o mês de julho e tem a coordenação nacional do Ministério da Saúde (MS).

Leia também: Amazonas integra plano emergencial para enfrentamento às hepatites virais

Segundo o gerente do núcleo de Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST/Aids), Carlos Barros, não é necessário estar em jejum para realizar o teste.

“O exame é muito simples. Basta estar com um documento de identificação oficial com foto. É feita a coleta de duas gotas de sangue da ponta do dedo e o resultado sai em menos de 40 minutos”, disse.

O gerente ainda conta que em períodos comuns, a média é de 50 exames diários de hepatites B e C, de segunda a sexta-feira. “Qualquer pessoa, estando devidamente documentada, pode fazer o teste. Nosso núcleo é composto por 25 profissionais de saúde, entre médicos, enfermeiros, psicólogos, assistente social e técnicos de enfermagem”, informou Carlos.

O vendedor externo Adriano Barbosa, 32, aproveitou o dia de campanha para fazer o exame e verificar se a sua saúde está em dia. “Trabalho na rua, vi o informativo da Fuam e vim fazer um teste, nunca tive hepatite e nem ninguém da minha família, mas é sempre bom se cuidar e prevenir”, disse Adriano.

Cuidados diários

O enfermeiro Carlos Barros alerta para os cuidados que as pessoas devem ter no dia a dia. “Não se deve compartilhar objetos cortantes como lâminas de barbear, pinças, instrumentos para manicure, entre outros. Ao fazer uma tatuagem ou colocar piercings, verificar se o estúdio tem as devidas regulamentações exigidas pela vigilância sanitária, se as agulhas estão lacradas e as tintas são individuais e destinadas especificamente para o uso de tatuagens. Além, é claro, de usar preservativo no ato sexual”, orientou Barros.

Bárbara Costa
EM TEMPO


Leia mais

OMS diz que hepatite atinge 400 milhões de pessoas em todo o planeta

Teste rápido para detectar infecção pelo vírus da hepatite é incluído no SUS

Unidades de saúde em Manaus oferecem testes rápidos para Hepatite dos tipos B e C

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir