País

Funcionários da TV Cultura optam por não entrar em greve

Os funcionários da TV Cultura, que demitiu ao menos 53 pessoas na quarta (13), decidiram não entrar em greve numa assembleia realizada na tarde da sexta (17).

Dezenas de câmeras, produtores, funcionários administrativos e jornalistas da emissora se reuniram na entrada dos prédios do canal, na Lapa.

O Sindicato dos Radialistas de SP, que convocou a assembleia, também emitiu um documento exigindo o cancelamento das dispensas.

Segundo relatos de funcionários, na rescisão não havia garantia do pagamento de multa do fundo de garantia nem aviso prévio, o que levou muitos a não assinarem a demissão.

Um acordo em junho havia sido selado para que não ocorressem outras demissões em um prazo de 30 dias.

A emissora passa por uma crise financeira. Neste ano, o governo estadual reduziu em 20% o orçamento repassado à Fundação Padre Anchieta, mantenedora da TV Cultura, e houve uma queda significativa na receita publicitária no primeiro semestre.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir