Sem categoria

Funcionários da Eletrobras Amazonas Energia deflagram greve por tempo indeterminado

O urbanitários estão paralisados em frente à sede da distribuidora de energia, localizada na avenida Sete de Setembro, bairro Cachoeirinha, Zona Sul da capital - foto: Asafe Augusto

O urbanitários estão paralisados em frente à sede da distribuidora de energia, localizada na avenida Sete de Setembro, bairro Cachoeirinha, Zona Sul da capital – foto: Asafe Augusto

Funcionários da Eletrobras Amazonas Energia deflagraram na manhã desta segunda-feira (1) greve por tempo indeterminado. Segundo o presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Urbanas do Estado do Amazonas (STIU/AM), Ednei Martins, a categoria não obteve respostas positivas às exigências feitas durante paralisações de advertência, realizadas no inicio de maio.   

O urbanitários estão paralisados em frente à sede da distribuidora de energia, localizada na avenida Sete de Setembro, bairro Cachoeirinha, Zona Sul da capital.

Conforme o sindicalista, os trabalhadores reivindicam o pagamento da participação nos lucros e resultados (PLR) de 2014. “A distribuidora não teve sensibilidade e nos ofereceu uma proposta vergonhas de menos 25% do que estava sendo exigido”, comentou Martins, informando ainda que a paralisação ocorre simultaneamente em todo o país.

No Amazonas, aproximadamente 1, 3 mil trabalhadores cruzaram os braços após decidirem em assembleia no último dia 27.

Martins disse ainda que desde agosto de 2014 os trabalhadores tentam fechar um acordo com a distribuidora, porém não tiveram resposta. O presidente do sindicato informou ainda que apenas 30% dos urbanitários estão trabalhando e que a paralisação pode gerar reflexo no abastecimento da capital.

Quanto à negociação da greve, o sindicalista comentou que está prevista uma reunião, em Brasília, com representantes da Eletrobras e Ministério de Minas e Energia.

“Nós esperamos que eles venham com uma proposta respeitosa e que possa ser avaliada pelos trabalhadores, mas ainda não está confirmada essa reunião. Caso ela ocorra e as negociações avancem voltaremos a trabalhar normalmente”, explicou Martins.

Em nota a Eletrobras Amazonas Energia informou que a operação do sistema de distribuição, as equipes de plantão, o funcionamento das Lojas de Atendimento e o serviço de Call Center (0800 701 3001) terão funcionamento normal e não serão afetados pela paralisação dos colaboradores.

Por Kattiúcia Silveira e Asafe Augusto (equipe e especial EM TEMPO Online)

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir