Esportes

Fred muda perfil e amplia liderança entre jogadores

Não era incomum ver o nome de Fred envolvido em polêmica fora de campo no início de carreira. O gosto pelas baladas e até episódios que envolveram bebidas alcoólicas fizeram uma imagem nada positiva do atacante. Isso, no entanto, faz parte do passado. Mais experiente e de fé renovada, o artilheiro tem perfil completamente diferente hoje em dia.

Trocou boates por cultos e por programas na companhia da noiva Paula Armani, com quem vai se casar no próximo dia 14.

A mudança de perfil, evidentemente, foi sentida no Fluminense. O jogador já era líder no clube, mas a mudança de perfil ampliou ainda mais a confiança dos companheiros. Por ter se tornado evangélico, Fred passou a ter entrada com todos os atletas.

Até mesmo funcionários do Fluminense sentiram essa mudança. As conversas de hoje em dia não são iguais. Com muita fé, Fred gosta de conversar sobre religião e citar a importância de Deus na vida de todos.

Se antigamente Fred tinha alguns problemas com as exigências que a profissão exige, hoje ele encara tudo com muita tranquilidade. E isso gerou até um pequeno problema com Ronaldinho Gaúcho. Na época, o camisa 9 não tinha condições de encarar o Flamengo, mas fez questão de acompanhar os companheiros no Maracanã.

Ronaldinho, por sua vez, não teve a mesma escolha. Alegou dores na garganta e voltou para casa antes mesmo do jogo começar. Fred conversou com a diretoria para pedir explicações.

Tudo foi resolvido internamente, mas ficou clara a entrega do atacante à profissão.
Mais clara ainda ficou diante do Palmeiras, na semifinal da Copa do Brasil. Sem condições de jogo, Fred foi para o sacrifício e jogou os 90min. A desclassificação não apagou o feito do atacante. Passou a ser ainda mais idolatrado pela torcida.

‘Fico feliz por esse carinho que eles têm por mim. Só tenho a agradecer pelo apoio que tem nos dado. Mesmo nas dificuldades e na tristeza, como que foi nessa eliminação. Fiquei muito honrado de jogar aquele jogo, mesmo com uma perna só’, disse o atacante do Fluminense.

Contra o Vasco, Fred, ainda em tratamento de lesões no joelho e tornozelo esquerdos, não teve condição de atuar. Mesmo assim foi ao Engenhão. No vestiário, fez seu papel de capitão e motivou os companheiros. Em seguida foi para um dos camarotes do estádio e acompanhou a vitória do Fluminense.

Ainda não se sabe quando Fred voltará aos jogos. Ele diz estar muito motivado e quer voltar a atuar o quanto antes. O fato é que o Tricolor está mais do que orgulhoso de contar com o genuíno capitão. Em 2015 e por alguns anos mais.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir