Mundo

França prorroga estado de emergência após ataque em Nice

O Parlamento francês aprovou a prorrogação por seis meses do estado de emergência no país, como havia pedido o presidente François Hollande, após o atentado em Nice que deixou 84 mortos na semana passada. A Procuradoria francesa revelou novos detalhes sobre o caso. Segundo as autoridades, o agressor Mohamed Bouhlel planejou o ataque por meses e agiu com a ajuda de cúmplices.

Além disso, o ministro do Interior da França, Bernard Cazeneuve, determinou hoje (21) uma investigação detalhada da Inspetoria da Polícia Nacional sobre o esquema de segurança na Promenade des Anglais, o local do atentado.

“[Haverá] uma avaliação técnica do esquema de segurança para permitir que seja estabelecida a realidade do esquema, em um momento no qual continuam existindo polêmicas inúteis”, disse o ministro. A fala de Cazeneuve tem relação com uma série de reportagens da mídia francesa sobre possíveis falhas no monitoramento do evento, um dos maiores do país.

Por Agência Brasil

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir