Dia a dia

Fórum municipal discute educação no campo

A secretária Kátia Schweickardt lembrou que, mesmo com dificuldades, as escolas rurais foram as que mais avançaram na aprendizagem dos estudantes – foto: divulgação

A secretária Kátia Schweickardt lembrou que, mesmo com dificuldades, as escolas rurais foram as que mais avançaram na aprendizagem dos estudantes – foto: divulgação

Com a proposta de criar ações pedagógicas específicas para a educação do campo, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) realizou na manhã desta quarta-feira (10), o 1º Fórum Municipal de Educação no Campo. No encontro, foram discutidas e aprimoradas ideias apresentadas durante todo o primeiro semestre pelas escolas localizadas no Rio Negro, Rio Amazonas, BR-174 e Rodovia AM-010.

De acordo com a presidente do comitê interno de educação do campo da Semed, Marcionília Bessa, a proposta pedagógica tem que ser finalizada até setembro, quando será enviada para apreciação do Conselho Municipal de Educação e instituída nas escolas a partir de 2017. “A importância disso tudo é atender as especificidades da educação do campo. As pessoas que lá residem precisam aprender a valorizar a área em que moram e entender seu espaço. A base de ensino é a mesma, mas o currículo é diferenciado, a metodologia é diferente”, explicou.

Pedagogo da Escola Municipal Santo André, na comunidade Nossa Senhora Auxiliadora, Paulo Henrique do Couto, foi escolhido como delegado das escolas do Rio Negro. “Essa proposta é a valorização do aluno onde ele está. Não é uma proposta pedagógica vinda de cima para baixo, mas é uma proposta construída a partir da realidade do aluno. Isso é o mais importante”, disse.

Resultados satisfatórios

A secretária municipal de educação, Kátia Schweickardt, participou do Fórum e lembrou que, mesmo com tantas particularidades e dificuldades, as escolas da zona rural e ribeirinha foram as que mais avançaram na qualidade de aprendizagem dos estudantes em 2015. “Nós descobrimos que infraestrutura é problema, mas não impede o aprendizado dos alunos. Nós apostamos no pedagógico e motivamos professores, pedagogos e professores, isso tem dado resultado”, avaliou.
Com informações da assessoria

 

 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir