País

Força-tarefa segue em busca de desaparecidos em Minas Gerais

A busca por desaparecidos na região de Bento Rodrigues, em Minas Gerais, segue na manhã deste domingo (8), após o rompimento de duas barragens da mineradora Samarco em Bento Rodrigues, subdistrito da cidade histórica de Mariana, na última quinta (5).

Por enquanto, os números oficiais continuam registrando um morto e 28 desaparecidos, dos quais 13 são trabalhadores da Samarco e 15 são moradores do distrito -entre eles, há cinco crianças com idades entre 3 meses e 7 anos.

Ontem, o Corpo de Bombeiros havia confirmado uma segunda morte. Um homem ainda não identificado havia sido localizado na barragem da hidrelétrica. No entanto, hoje, em entrevista coletiva, voltaram atrás e disseram que não era possível dizer que o óbito estava relacionado ao acidente.

O “tsunami de lama” após o acidente destruiu centenas de casas e arrastou carros e caminhões; a vila, que tem 121 casas e 492 moradores, segundo o IBGE, foi totalmente inundada pela lama.

A mineradora Samarco afirmou em nota que 253 pessoas, de 70 famílias, foram alocadas pela empresa em hotéis e pousadas da região de Bento Rodrigues.

Centenas de pessoas foram levadas em vans e ambulâncias à Arena Mariana, ginásio esportivo usado pela prefeitura para receber os desabrigados. Eles receberam roupas, comidas e assistência médica. Na manhã deste sábado (7), dezenas de familiares se aglomeravam na porta do ginásio, em busca de informações.

Mesmo com a lama ainda encobrindo a maior parte do subdistrito de Bento Rodrigues, alguns moradores já tentam voltar ao local.

Mar de lama
O avanço da lama em um raio de mais de 100 quilômetros depois do rompimento das barragens deixou de prontidão 15 cidades de Minas Gerais e do Espírito Santo, que são abastecidas pela bacia do Rio Doce.

Há risco de enchente e de desabastecimento de água, segundo a avaliação do Serviço Geológico do Brasil, do Ministério de Minas e Energia, que teme um impacto de grandes proporções.
Algumas cidades já cogitam a suspensão do fornecimento de água assim que a lama atingir rios e córregos.

Depois do acidente, outros cinco subdistritos além da vila de Bento Rodrigues foram atingidos: Águas Claras, Paracatu, Pedras, Fonte do Gama e Camargos.

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quis autem vel eum iure reprehenderit qui in ea voluptate velit esse quam nihil molestiae consequatur, vel illum qui dolorem?

Temporibus autem quibusdam et aut officiis debitis aut rerum necessitatibus saepe eveniet.

Copyright © 2016 EM TEMPO Online. Todos Os Direitos Reservados.

Subir