País

Força Nacional já está em Porto Alegre para combater criminalidade

Os 120 homens da Força Nacional enviados ao Rio Grande do Sul chegaram a Porto Alegre na tarde de ontem (28). Eles haviam saído na sexta-feira do Rio de Janeiro, onde trabalharam na segurança da Olimpíada, e viajaram em 30 viaturas até a capital gaúcha.

O comboio foi recebido pela Brigada Militar (BM). As duas instituições vão trabalhar em conjunto na Operação Avante, principal ação da BM no combate à criminalidade na região metropolitana, a partir de amanhã. Hoje, a Força Nacional fará um reconhecimento da cidade.

A vinda dos agentes foi uma solicitação do governador do Rio Grande do Sul, José Ivo Sartori, em reunião com o presidente interino Michel Temer, na sexta-feira (26). O pedido faz parte de uma série de medidas tomadas em razão da crise na segurança no estado, que culminou com o pedido de exoneração do secretário de Segurança Pública, Wantuir Jacini, um dia antes do encontro entre Sartori e Temer.

Mais segurança

“Nós não podemos dar esse choque, trazendo essa quantidade de integrantes da Força Nacional e, passado esse período, tudo voltar a ser como era”, ressaltou o vice-governador José Paulo Cairoli, coordenador do gabinete de crise instalado após a saída de Jacini.

Segundo ele, os próximos meses serão de adequações para garantir a segurança no estado: “vamos precisar contratar brigadianos e policiais civis dentro desse processo, talvez trazer alguns já aposentados. Tudo isso está no nosso radar”.

Originalmente, os homens da Força Nacional haviam sido convocados para atuar na segurança de presídios. O governador, no entanto, mudou de ideia e irá empregá-los no policiamento ostensivo. Em um primeiro momento, a atuação será restrita à capital gaúcha.

Segundo o governo estadual, outros 30 homens da Força Nacional devem chegar ao Rio Grande do Sul ao longo desta semana.

Por Agência Brasil

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir