Sem categoria

Foragido de justiça e atual líder da FDN é preso em Manaus durante operação da Seai

'CD' era um dos foragidos da operação 'La Muralha’ deflagrada pela Polícia Federal - foto: divulgação

‘CD’ era um dos foragidos da operação ‘La Muralha’ deflagrada pela Polícia Federal – foto: divulgação

Apontado como o atual líder da facção criminosa Família do Norte (FDN), o foragido da justiça Erick Leal Simões, 26, o ‘CD’, foi preso na manhã desta quinta-feira (19), no bairro Cidade Nova, Zona Norte de Manaus. Também foram presos Iago Luan Moura dos Santos,23, e Rodrigo Queiroz Muniz,23. Com eles foram aprendidos 15 quilos de droga, munições e uma submetralhadora.

O trio foi preso durante uma ação da Secretaria Executiva-Adjunta de Inteligência (Seai). ‘CD’ era um dos foragidos da operação ‘La Muralha’, deflagrada no dia 20 de novembro de 2015, pela Polícia Federal.

Conforme a polícia, Rodrigo é um dos 39 detentos que fugiu por um túnel do Centro de Detenção Provisório Masculino (CDPM), localizado no quilometro 8 da BR-174, no dia 2 deste mês. Iago Luan, era o responsável por fazer a distribuição de droga pela cidade a mando de ‘CD’.

Na casa de ‘CD’ foram aprendidos 5 quilos de skunk (super maconha), 30 munições e uma submetralhadora. Na casa de Iago, em um condômino de luxo, situado no bairro Dom Pedro, Zona Centro-Oeste, foram encontrados 10 quilos entre skunk e pasta-base de cocaína.

De acordo com a polícia, Erick Leal assumiu a liderança da FDN após a prisão do narcotraficante João Pinto Carioca, o ‘João Branco’, que ocorreu no dia 25 de fevereiro deste ano, no município de Pacaraima (a 188 quilômetros de Boa Vista-RR) e a transferência do traficante José Roberto Fernandes o ‘Zé Roberto’ para um presidio federal. ‘João Branco’ também foi levado para o presidio federal.

A polícia informou que ‘CD’ é investigado por vários crimes. Antes de ser encaminhado para um dos presídios da capital, Erick será ouvido nas Delegacias Especializadas de Homicídios e Sequestros (DEHS), Repressão ao Crime Organizado (Derco) e Departamento de Narcóticos (Dernac).

Por Mara Magalhães

Com informações de Ana Sena

 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir