Sem categoria

Foragido da Justiça estuprava adolescentes e filmava abuso sexual

Rogério é apontado como autor de dois estupros confirmados - foto: Arthur Castro

Rogério é apontado como autor de dois estupros confirmados – foto: Arthur Castro

Suspeito de estuprar pelo menos duas adolescentes de 17 anos e tentar matá-las, o foragido da Justiça Rogério Borges Mendonça, 30, foi preso  nesta terça-feira (21), após 20 dias de investigações.

Segundo a polícia, o suspeito oferecia vagas de emprego em um shopping e levava as vítimas para o ramal Água Branca, no quilômetro 30 da AM-010 (Manaus-Itacoatiara), onde praticava o crime e filmava o abuso sexual. Os crimes ocorreram entre março e junho deste ano. A polícia suspeita que haja mais vítimas.

Rogério foi preso em uma via pública, no bairro Braga Mendes, Zona Norte, por volta das 8h, em cumprimento ao mandado de prisão expedido pela juíza Patrícia Chacon, da Vara Especializada em Crimes contra a Dignidade Sexual de Crianças e Adolescentes.

De acordo com a titular da Delegacia Especializada de Proteção a Criança e ao Adolescente (Depca), delegada Linda Gláucia, Rogério é apontado como autor de dois estupros confirmados e outro suposto. No último crime ele tentou matar uma das vítimas com quatro facadas.

“Iniciamos as investigações a partir do segundo estupro cometido por ele. Neste caso a adolescente registrou o crime ocorrido no dia 29 de junho, no qual ele cometeu o estupro, amarrou a vítima com a alça da bolsa, efetuou quatro facadas nela e fugiu. A partir disso, chegamos à outra vítima que tinha o mesmo perfil e foi seduzida por ele com uma oferta de emprego”, disse a delegada.

“ Ele agia assim, conforme os depoimentos, ele abordava a vítima em terminais de ônibus, pregava a palavra de Deus a fim de conseguir a confiança dela e, em seguida, a levava para um local ermo onde praticava o abuso sexual e filmava o abuso sexual por meio de um aparelho de celular. Nos dois casos ele amarrou as vítimas, onde uma saiu nua e a outra seminua do ramal. Conseguimos imagens, inclusive, em que Rogério aparece em um shopping junto com uma das vítimas”,  continuou.

Gláucia disse ainda, que outra adolescente pode ser vítima de Rogério. “A confirmação dos dois estupros não encerra as investigações. Há outra adolescente que não está em Manaus, em que ele é o suposto agressor. E esperamos que, as pessoas que foram vítimas e não registraram o caso por medo, ou qualquer outra circunstância, que venha até a delegacia”, enfatizou.

Conforme a adjunta da Depca, Joyce Coelho, Rogério foi condenado a 18 anos de prisão pelo assassinado de Lorena da Silva Barbosa, 28, ocorrido no dia 2 de março de 2008, no beco e vila Mamão, bairro São Francisco, Zona Sul. Ele foi beneficiado e não cumpriu mais com a Justiça.

“O suspeito estava foragido do regime semiaberto do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj) desde o dia 22 de janeiro deste ano, após receber uma regressão de regime e ser beneficiado com sete dias”, explicou.

Por Thaís Gama

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir