Dia a dia

Foragido da Justiça é preso por tentativa de homicídio contra jovem, em Coari

O mandado de prisão preventiva em nome de Sarney foi expedido no dia 3 de julho deste ano, pelo juiz Fábio Lopes Alfaia - foto: divulgação

O mandado de prisão preventiva em nome de Sarney foi expedido no dia 3 de julho deste ano, pelo juiz Fábio Lopes Alfaia – foto: divulgação

O foragido da Justiça Sarney Araújo de Souza, 30, foi preso na manhã desta segunda-feira (11) em cumprimento a mandado de prisão por tentativa de homicídio, no município de Coari (a 363 quilômetros de Manaus).

De acordo com o delegado Mauro Duarte titular da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Coari, a prisão ocorreu nas dependências da delegacia, no momento em que Sarney se apresentou espontaneamente, acompanhado de um advogado, após ser informado que estava sendo procurado pelos policiais civis.

O mandado de prisão preventiva em nome de Sarney foi expedido no dia 3 de julho deste ano, pelo juiz Fábio Lopes Alfaia, titular da 1ª Vara da Comarca de Coari.

“Após a expedição do mandado, a equipe de investigação da DIP saiu em busca do infrator, mas não o encontrou na casa onde morava. Em seguida, os policiais foram até a casa de parentes de Sarney, que informaram desconhecer o paradeiro dele. Em depoimento na delegacia, Sarney afirmou que resolveu se apresentar depois de saber, pelos familiares, que a polícia estava à procura dele”, explicou o delegado.

Conforme Mauro Duarte, o crime aconteceu na noite do dia 1º de julho deste ano, por volta das 20h, na rua Raimundo Vaz de Almeida, bairro Urucu, em Coari. Na ocasião, a vítima, Adriel Aguiar da Frota, 20, estava caminhando no local quando dois homens em uma motocicleta teriam se aproximado e Sarney, que estava na garupa da moto, efetuou quatro disparos de arma de fogo em direção a Adriel, que foi atingido por um tiro no abdômen.

“Adriel foi socorrido por populares e encaminhado ao hospital daquele município, onde recebeu alta médica horas depois e passa bem”, explicou a autoridade policial. Sarney foi indiciado por tentativa de homicídio e, após os procedimentos cabíveis na unidade policial, será encaminhado à Unidade Prisional de Coari, onde irá permanecer à disposição da Justiça. Mauro Duarte ressaltou que as investigações em torno do caso irão continuar até que os policiais civis cheguem ao comparsa de Sarney e ele possa responder pelo crime que cometeu.

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir