Sem categoria

Foragido da Justiça de Rondônia é preso por abuso sexual, em Lábrea

O homem é suspeito de ter abusado sexualmente de uma adolescente de 15 anos - foto: divulgação

O homem é suspeito de ter abusado sexualmente de uma adolescente de 15 anos – foto: divulgação

O foragido da Justiça, Wanderley da Silva Santos, 30, foi preso, na madrugada de hoje (28), em flagrante suspeito de abusar sexualmente de uma adolescente de 15 anos, em um sítio localizado no quilômetro 70, da rodovia Transamazônica (BR-230). A jovem, conforme a polícia, também o acusou de ser mantida em cárcere privado com o consentimento do pai.

Ao EM TEMPO Online, o tenente Laurênio Silva, da 4ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM), disse, nesta quinta-feira (28), que a equipe ‘Guardiões do Purus’ recebeu informações do delegado Gustavo Sotero, da 6ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Lábrea (a 702 quilômetro de Manaus), que um homem mantinha relações sexuais com uma adolescente e, que estava sendo mantida em cárcere privado com conveniência do próprio pai, Getúlio Machado de Souza, 72, que também foi preso.

“A equipe ‘Guardiões do Purus’, com o apoio da equipe ‘Vorax’ da Polícia Civil de Lábrea foi ao local, onde constatou a denúncia feita pelos amigos da adolescente à polícia, que tinham ido ao sítio visitá-la”, disse o tenente Laurênio Silva.

Durante as buscas na área isolada, as equipes policiais apreenderam cinco armas, sendo quatro espingardas de calibres 12 e 36, um rifle calibre 38, além de cartuchos do mesmo calibre.

Na delegacia do município, em depoimento contraditório de Wanderley, constatou-se que ele era foragido da Justiça de Rondônia, onde cumpria pena pelo crime de assalto à mão-armada a caminhoneiros da região. Wanderley disse, que ajudava o pai da adolescente com dinheiro e por conta disso tinha aprovação de Getúlio.

“Acreditamos que as armas apreendidas são usadas para assaltar caminhoneiros que trafegam pela rodovia durante as viagens”, acrescentou o tenente Laurêncio Silva.

Wanderley foi autuado pelo crime de porte ilegal de arma de fogo e aliciamento. O pai da adolescente, também foi indiciado pelo mesmo crime. Os dois homens permanecem presos na delegacia do município a disposição da Justiça.

Por Josemar Antunes

 

 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir