Esportes

Fora de casa, Princesa vence Real-RO por 1 a 0 e vai ao mata-mata da Série D

Com o resultado positivo, o Princesa do Solimões conquistou uma vaga no mata-mata da Série D – Janailton Falcão

Em jogo válido pela sexta e decisiva rodada do Grupo A1, da Série D do Campeonato Brasileiro 2017, o Princesa do Solimões superou o Real Desportivo-RO por 1 a 0, na tarde deste domingo (25), no estádio Gentil Valério – o Valerião, em Ariquemes (município distante 198 quilômetros da capital Porto Velho). A equipe da terra da ciranda passou de fase e duelará contra o Gurupi-TO.

Diante o finalista do Campeonato Rondoniense 2017, o Tubarão de Manacapuru conquistou sua primeira vitória fora de casa no campeonato nacional, somou 12 pontos e garantiu seu lugar na fase ‘mata-mata’ da competição. O Princesa fechou na vice-liderança da chave atrás do dono de melhor campanha Atlético-AC, que somou 13 pontos. Já que o Fast foi eliminado, o Alvirrubro do interior é a única equipe baré dentro da disputa.

Precisando dos três pontos, o time do técnico Alberone foi aos cordéis ainda no primeiro tempo. Aos 32 minutos, o ponta-esquerda Randerson foi derrubado por Cassio dentro da grande área e o árbitro candango Vanderlei Soares de Macedo assinalou pênalti. Prata da casa do futebol local, o atacante Weverton pegou a bola, assumiu a responsabilidade, cobrou com categoria e abriu o placar; 1 a 0.

Com o gol marcado, Weverton assumiu a artilharia isolada da Série D, com seis gols marcados em seis jogos disputados, mantendo surpreendente média de um gol por jogo.

FICHA TÉCNICA
REAL DESPORTIVO-RO 0X1 PRINCESA DO SOLIMÕES-AM
Local: estádio Valerião, em Ariquemes (RO)
Árbitro: Vanderlei Soares de Macedo (DF)
Público e renda: não divulgados
Gols: Weverton 32 do 1º;
Cartões amarelos: Eric e Getúlio (Princesa), Pither e Luis Alberto (Real Desportivo)
REAL DESPORTIVO: Gelson; Cássio, Alex, Junior Porto e Rafael Vioto; René, Michael Douglas, Dabson e Pither; Thiaguinho e Giancarlo
Técnico: Simônio Veiga
PRINCESA DO SOLIMÕES: Rascifran; Clemílton, Baé, Eric e Getúlio (Gelvane); Rafael, Toró, Randerson (Cristiano Natal) e Vander; Hamilton e Weverton (Marinelson)
Técnico: Alberone

Veja como ficou:

João Paulo Oliveira
EM TEMPO

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir