Sem categoria

Fora as obras já em andamento, Manaus não tem novos projetos para mobilidade urbana em 2016

Novas avenidas estão sendo construídas para melhorar o fluxo de veículos na capital – foto: Ione Moreno

Novas avenidas estão sendo construídas para melhorar o fluxo de veículos na capital – foto: Ione Moreno

A prefeitura de Manaus e o governo do Amazonas ainda não apresentaram à população novos projetos que visem à mobilidade urbana em 2016, além da conclusão das obras já em andamento.

O período de crise que o país atravessa foi apontado pela Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) como o motivo em relação ao avanço de algumas das principais obras iniciadas em 2015, como a construção do Shopping T4, reforma da orla da Manaus Moderna, revitalização da avenida Eduardo Ribeiro e outros projetos que não ainda não saíram do papel.

Segundo o subsecretário de obras públicas da Seminf, Antônio Nelson de Oliveira, a prioridade para o próximo ano é entregar todos os trabalhos em execução até o final do primeiro semestre. “Reprogramamos metas para poder entregar todas em 2016. Nenhuma obra está parada, algumas sofreram aditivos de prazo exatamente por conta dessa reprogramação. Muitas delas dependem de recursos federais e a gente tem trabalhado intensamente em Brasília para poder concluir”, explica Antônio Nelson.

Entre as obras estão a orla da Manaus Moderna, o Terminal 2, o shopping T4, Conforme Nelson, após a entrega dos projetos, a prefeitura então dará início a obras de investimento em mobilidade urbana. “A gente pretende começar o projeto de execução do Terminal 6 (T6) no extremo Norte da cidade, no bairro Santa Etelvina. Ele é fundamental para a gente tirar algumas linhas que estão à direita na avenida Constantino Nery e passem a trafegar na Faixa Azul”, conta.

Continuidade
Já Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra) informou que dará continuidade ao cronograma de obras da avenida das Flores, Zona Norte, e dos anéis viários Sul e Leste.

Extensão da avenida Governador José Lindoso (das Torres), a construção do trecho 2 da avenida das Flores – que vai da avenida Timbiras até a rua Curió, ambas no bairro Cidade Nova – iniciou em julho do ano passado e até agora, segundo informações da pasta, alcançou apenas 10% de conclusão. A previsão é de que o trecho seja entregue em fevereiro de 2017.

Mais próximo de ser entregue, o trecho 4 da via, que parte da rua 7 de Maio, no conjunto Cidadão, Zona Norte e vai até o início da rodovia AM-010, deve ser inaugurado até março do ano que vem. Totalizando 8,2 quilômetros, o trecho está em processo de finalização da infraestrutura.

Também prevista para ser entregue no primeiro trimestre do próximo ano, está sendo construída desde o dia 26 de novembro a primeira etapa da passagem de nível da avenida das Torres. A instalação do tabuleiro onde deverão passar os veículos deve ser feita em outra etapa.

De acordo com a assessoria da Seinfra, o investimento total da obra na avenida das Flores alcançou R$ 244,4 milhões. Orçado em R$ 245 milhões, outro projeto a ser continuado ao longo de 2016, é a implantação dos anéis viários Sul e Leste, que se tornarão um eixo viário entre o Distrito Industrial e o Aeroporto Internacional Eduardo Gomes.
Conforme a pasta, o complexo deve retirar de circulação de carretas do centro da cidade e facilitando o fluxo direto de mercadorias e de insumos entre o Polo Industrial e o aeroporto.

Com os planos de continuar melhorando as ruas da capital amazonense, Seminf anunciou que os planos para 2016 são de recuperar a camada asfáltica em mais de 60 corredores de Manaus. As obras devem ser iniciadas a partir de um convênio firmado entre a Prefeitura e o governo do Estado.

Os jogos de futebol da Olimpíada Rio 2016, em Manaus, não exigirão projetos de mobilidade urbana, segundo informou diretor presidente da Fundação Municipal de Cultura e Turismo (Manauscult), e também coordenador municipal da Olimpíada, Bernardo Monteiro de Paula. Segundo ele, as ações utilizadas na Copa do Mundo 2014, serão repetidas no período do evento Olímpico na capital amazonense.

Por Cecília Siqueira, Josemar Antunes e Thais Gama

1 Comment

1 Comment

  1. Jose Angelo Rosante

    15 de maio de 2016 at 12:13

    Gostaria de saber quais as construtoras que estao com obras em Manaus pois tenho interesse em trabalhar neste estado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir