Esportes

Fluminense usará força máxima na final da Primeira Liga

Há quatro anos sem conquistar um título, o clube carioca admite enfrentar pressão por um triunfo na inédita final desta quarta-feira - foto: divulgação

Há quatro anos sem conquistar um título, o clube carioca admite enfrentar pressão por um triunfo na inédita final desta quarta-feira – foto: divulgação

Após perder o título da Taça Guanabara para o Vasco anteontem, o Fluminense volta a campo para mais um jogo decisivo nesta quarta-feira (20), contra o Atlético-PR, pela final da Primeira Liga. A partida acontece no estádio Mário Helênio, em Juiz de Fora (MG), às 21h45.

A equipe carioca conquistou a vaga na final ao vencer o Internacional nos pênaltis, no dia 23 de março, em Brasília. Já o Atlético-PR eliminou o Flamengo no mesmo dia na outra semifinal, disputada no mesmo palco do duelo de amanhã.

Para o confronto, o Fluminense voltará a contar com força máxima, com Jonathan, Gum, Henrique, Pierre, Cícero e Gustavo Scarpa -que foram poupados do clássico- no time titular.

A outra novidade é a entrada de Magno Alves na vaga de Fred, que foi expulso na estreia da torneio -quando o time perdeu justamente para os paranaenses- e cumpre suspensão.

Há quatro anos sem conquistar um título, o clube carioca admite enfrentar pressão por um triunfo na inédita final desta quarta-feira.

“Dentro do clube, para falar a verdade, rola sim essa conversa de quatro anos sem títulos. Chegou a hora. É um jogo de decisão, tem que entrar concentrado, respeitando a equipe do Atlético-PR. Queremos esse título para começar bem a temporada”, disse Cícero.

No Atlético-PR, o destaque é o retorno de Marcos Guilherme, que a reassume o lugar de Ewandro no ataque. O resto do time será o mesmo da vitória sobre o Paraná, no sábado, pela semifinal do Campeonato Paranaense.

FLUMINENSE

Diego Cavalieri, Jonathan, Gum, Henrique e Wellington Silva; Pierre, Cícero, Osvaldo, Gerson e Gustavo Scarpa; Magno Alves

T.: Levir Culpi

ATLÉTICO-PR

Weverton; Eduardo, Paulo André, Thiago Heleno e Sidcley; Otávio, Jadson e Vinícius; Nikão, Marcos Guilherme e Walter

T.: Paulo Autuori

Local: estádio municipal Mário Helênio, em Juiz de Fora (MG)

Horário: 21h45 (horário de Brasília)

Árbitro: Sandro Meira Ricci

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir