Esportes

Fluminense responde Grêmio na mesma moeda e se isola como melhor ataque do Brasil

 

 

                            Henrique Dourado – O Ceifador – deixou o campo com dores na virilha  – foto: divulgação

Durou apenas 24 horas o empate na “disputa” particular que Fluminense e Grêmio travam para ver quem tem o melhor ataque do Brasil. Na quarta-feira (26), os gaúchos bateram o Atlético-PR por 4 a 0, pela Copa do Brasil, e igualaram os cariocas, com 74 gols a favor na temporada. Um dia depois, o troco veio na mesma medida: no Maracanã, o Flu fez 4 a 0 sobre o Universidad de Quito e abriu vantagem sobre os gremistas.

O poderio ofensivo do Fluminense, no entanto, pode sofrer um revés. Artilheiro na temporada (22 gols), Henrique Dourado deixou o campo com dores na virilha e pode ficar de molho uns dias. Caso o Ceifador seja desfalque, Pedro será seu substituto.

“Eu não posso mudar o meu estilo de jogo. É claro que a característica dos jogadores ajuda. Nenhuma equipe tem tantos jogadores de lado como eu tenho. É muita gente. Encaixou. Não temos o volante brucutu. Todos sabem jogar. É muito bom”, revelou Abel Braga, que completou: “Dourado me preocupa. Ele vem dando há algum tempo sinais de que isso poderia acontecer”.

Após a partida contra os equatorianos, o Flu volta suas atenções para o Brasileiro. Na segunda-feira (3), o time pega a Chapecoense, às 20h, no Giulite Coutinho.

EM TEMPO, com informacoes da Folha Press.

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais lidas

Subir