Esportes

Fluminense e Vasco jogam em abril na Arena da Amazônia

Partida será válida pela 7ª rodada do Campeonato Carioca - foto: Diego Janatã

Partida será válida pela sétima rodada do Campeonato Carioca – foto: Diego Janatã

Está confirmado. No dia 17 de abril, Fluminense e Vasco se enfrentam na Arena da Amazônia, em partida válida pela 7ª rodada da Taça Rio, o segundo turno do Campeonato Carioca. Esta será a primeira vez que o Tricolor disputa um jogo no estádio amazonense da Copa do Mundo.

De acordo com o secretário da Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), Fabricio Lima, o Governo do Amazonas vai oferecer apoio logístico e uma empresa privada será a responsável pela promoção dos jogos. Da renda total da partida, 10% serão repassados ao Estado. Os pontos de venda dos ingressos, valores dos bilhetes e horário da partida, serão divulgados nos próximos dias.

O mando de campo do clássico é do Tricolor e a logística favorece o Cruz-Maltino, que enfrenta o Remo no dia 13, em Belém, no Mangueirão, pela primeira fase da Copa do Brasil.

“Na última quinta-feira (17), estive com o presidente do Fluminense, Eduardo Siemsen, e com o assessor especial da presidência do Vasco, Ricardo Vasconcellos, no Rio de Janeiro, e ambos me receberam com muita cortesia e demonstraram total interesse em jogar em Manaus, principalmente pelo número de torcedores que os dois clubes nutrem aqui. Para nós, será um prazer recebê-los e tenho certeza que a Arena ficará lotada e, desta forma, chamaremos atenção de outros times para vir a Manaus”, disse Lima.

O Secretário ainda destacou que além de movimentar um dos estádios mais bonitos do país, os jogos dos times de fora na capital têm outro objetivo, que é de arrecadar recursos para que estes possam ser investidos no futebol local e outras modalidades.

“Um dos objetivos do Governo do Amazonas em trazer partidas de fora é captar recursos para empregar nos jogos dos clubes amazonenses, seja através do campeonato estadual, copa verde e demais, a exemplo do que fizemos no jogo Iranduba e Corinthians, em que não foi cobrado nem quadro móvel, muito menos aluguel da Arena da Amazônia ao clube local. O custo foi zero e, assim, queremos fazer com os demais para alavancar o esporte do Amazonas”, explicou Fabrício.

Outros jogos

Fabrício Lima afirmou que existem conversas para realização de outras partidas. Botafogo e Flamengo já acenaram com interesse. “Vamos trabalhar para gerar o maior lucro para a Arena e estou estudando todas as propostas e analisando o que é viável ou não. Creio que nos próximos dias teremos mais confirmações e fico feliz pelo nosso Estádio ser palco não somente do futebol de fora, mas do daqui também. São opções ao público, que merece poder escolher qual partida vai assistir diante de um calendário movimentado”, finalizou.

Da redação

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir