Esportes

Fluminense bate América-MG no Independência e derruba tabu histórico

A boa estreia em Belo Horizonte inclui o Fluminense no grupo das equipes que largam na frente neste Brasileiro - foto: divulgação

A boa estreia em Belo Horizonte inclui o Fluminense no grupo das equipes que largam na frente neste Brasileiro – foto: divulgação

Em visita ao América-MG no estádio Independência, neste domingo (15), o Fluminense quebrou um tabu histórico para somar seus primeiros pontos no Campeonato Brasileiro. Fred fez o gol da vitória por 1 a 0, a primeira do tricolor em nove jogos oficiais contra o time mineiro.

O compromisso da segunda rodada é contra o Santa Cruz, em casa, no sábado (21). No dia seguinte o América-MG encara a Chapecoense, mas antes disso o América-MG visita o Bahia, nesta quarta-feira (18), pela Copa do Brasil.

O quarteto ofensivo do Fluminense errou bastante no primeiro tempo, mas resolveu quando teve oportunidade. O lance do gol, por exemplo, começa com Osvaldo, passa por Richarlison, e Fred completa. A ofensividade valeu muito mais a pena quando o América-MG passou a correr atrás do placar, pois o tricolor teve campo para acelerar seus ataques.

Bem postado no campo de defesa, o clube mineiro preferiu não se arriscar muito e deu espaço e posse de bola para o Fluminense trabalhar. A armadilha deu oportunidade para o América explorar a velocidade, mas os contra-ataques não foram efetivos. Mais ousado na etapa final, o time da casa levou muito mais perigo.

Faltou aproximação para as triangulações darem certo, por isso o Fluminense raramente conseguiu envolver a marcação adversária. O gol aconteceu após saída de bola errada do América-MG, o que obrigou o time mandante a sair para o jogo. Assim, o Flu pegou a defesa americana desamparada.

Os passes precisos de Gustavo Scarpa criaram uma série de chances para o Fluminense. Foi ele quem desarmou a organizada defesa adversária, que deu pouco espaço durante o primeiro tempo. Na metade final o camisa 40 cresceu por ter mais tempo para pensar, e aí a qualidade fez diferença.

Responsável pela ligação do meio-campo com o ataque americano, Tiago Luis rendeu aquém do esperado. Não acertou um chute sequer e ainda entregou a bola que resultou no primeiro gol do Fluminense. De tão apagado no primeiro tempo, saiu ainda no intervalo para a entrada de Borges.

Já Richarlison marcou presença nas principais chances do Flu, inclusive foi dele a assistência para o gol de Fred. Faltou uma dose de tranquilidade para finalizar em alguns momentos, mas no reencontro com o América-MG, clube que o formou, o jovem de 19 anos mostrou credenciais para continuar sendo titular do tricolor.

 

Por Folhapress

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir