Sem categoria

Floriculturas do AM diversificam para o Dia dos Namorados

Além das tradicionais rosas, cestas de café da manhã com flores são a aposta dos empresários para conquistar clientes - foto: Diego Janatã

Além das tradicionais rosas, cestas de café da manhã com flores são a aposta dos empresários para conquistar clientes – foto: Diego Janatã

Depois de um Dia das Mães fraco nas vendas – com recuo de até 20%, por conta da recessão econômica -, as floriculturas, agora, já percebem alguma melhora, de olho no feriado do Dia dos Namorados.

Empresários do segmento afirmam que manterão neste ano o mesmo volume de flores encomendadas de São Paulo no ano passado, com objetivo de, no mínimo, empatar ou superar em 10% as vendas do Dia dos Namorados de 2015.

O proprietário da Floricultura Dona Flor, Ney Branches, disse que depois da queda nas vendas do feriado do Dia das Mães em relação ao ano passado, ele começou a sentir um ar de recuperação para o Dia do Namorados.

O termômetro que sinaliza a melhora é a quantidade de pessoas que ligam para a loja, localizada na Praça Chile, bairro Adrianópolis, Zona Centro-Sul, perguntando sobre preços, promoções e serviços de entrega em domicílio.

“Mês passado estava fraco, mas agora aqueceu com as pessoas ligando e fazendo reserva. Espero ao menos empatar com o ano passado, que já foi bom. Para isso, nós vamos manter o volume de encomenda de flores para atender a demanda desse Dia dos Namorados”, disse.

De acordo com o empresário, o buquê de rosas vermelhas, que é a principal escolha dos apaixonados, será mantido com o mesmo valor do ano passado, ou seja, R$ 100 a dúzia e R$ 50 a meia dúzia.

Com direito à entrega a destinatária, Ney disse que a loja prepara também conjunto de cestas de flores com chocolate, vinho ou champanhe, sendo o mais barato ao preço de R$ 250 e o mais caro R$ 500. “Nessa época é o homem que compra mais flores. E o ideal é fazer chegar à destinatária, porque fica mais bonito”, comentou.

O florista, cuja loja tem foco voltado para decoração de casamentos há mais de 40 anos, observou que as vendas do Dia dos Namorados vão até o dia seguinte do feriado, principalmente nesse caso em que a data cai num domingo. “Os clientes já conhecem o nosso trabalho. Muitos nem aparecem na loja, e já encomendam pelo WhatsApp (99101-4837), pelo qual mostramos o nosso trabalho e o cliente pode pagar por meio de transferência bancária”, disse.

Otimismo

A gerente de vendas da Flora Crisântemo Decorações, Gizelle Batalha, está mais otimista com o Dia dos Namorados.

Chocolates e ursos para os casais

Segundo ela, a meta da empresa é vender ao menos 10% a mais do que no mesmo período de 2015, tanto que também já encomendou o mesmo volume de flores do ano passado para atender a demanda. “Depois de um Dia das Mães um pouco reduzido nas nossas vendas, agora nós esperamos crescer pelo menos 10% com os namorados”, revelou a empresária.

Além das flores, Gizelle explicou que a Crisântemo, localizada na avenida Brasil, bairro Vila da Prata, Zona Oeste, também trabalha com cestas de café da manhã com flores, com preços que variam de R$ 150 a R$ 200.

A gerente disse que a loja também prepara cestas com chocolate e urso, cujo preço mais barato é de R$ 50. Assim como a Dona Flor, a Crisântemo manterá o preço do buquê de rosas vermelhas a R$ 100, como no ano passado.

A gerente observou que o valor será mantido, mesmo a exportadora de São Paulo tendo aumentado preço em até 40%. “As nossas flores que vêm de São Paulo ficaram bem mais caras. Mas, preferimos manter o preço do ano passado para não perder nas vendas”, explicou.

Gizelle contou que a maioria dos compradores deixa para última hora para fazer encomendas, que podem ser feitas na loja, pelo telefone 3671-8266 ou via WhatsApp 99153-1846.

Emerson Quaresma

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir