Dia a dia

Fiscalizações durante o fim de semana resultam em atuações, multas e veículos guinchados

As operações ocorreram em diferentes pontos de movimentação. Foto: Divulgação/ Semcom

As operações ocorreram em diferentes pontos de movimentação. Foto: Divulgação/ Semcom

Duas operações de fiscalização realizadas neste fim de semana pelo Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans) e Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU) resultaram em mais de 130 veículos abordados. A intenção foi combater as irregularidades nos serviços de transporte coletivo e irregularidades no trânsito da capital.

As atuações da SMTU aconteceram durante a sexta-feira e o sábado (17 e 18) na área do Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, Zona Oeste, e na rua Floriano Peixoto, Centro, onde aprendidos sete veículos.

No Aeroporto, a blitz abordou veículos que prestavam serviços de táxis e frete. O principal motivo para as apreensões foi a não apresentação do documento de identificação obrigatório do taxista emitido pela SMTU, conhecido como ‘carteirão’. Em uma das abordagens, um veículo que realizava o serviço de frete sem estar registrado na SMTU foi retido para a regularização do cadastro.

Em outro caso, um microônibus que estava com documento de cadastro irregular e outros três taxistas que estavam com a renovação anual do ‘Ccrteirão’ em atraso tiveram os documentos retidos e deverão ser liberados depois que houver a regularização.

Taxistas regularizados que trabalham no entorno da área do aeroporto aprovaram a inspeção. “Esse tipo de operação para pegar os clandestinos é ótima para a gente que se esforça para ter a documentação em dia”, disse José de Souza.

Na rua Floriano Peixoto, Centro, fiscais flagraram um táxi ‘pirata’. O veículo tinha todas as características de um táxi comum, mas era de categoria particular e não possuía nenhum registro na SMTU.

No total, as operações abordaram 89 veículos. No aeroporto além dos fiscais de transporte da SMTU, a blitz contou com o apoio da Polícia Militar.

Domingo

Dando continuidade às operações de fiscalização do fim de semana, o Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans) autuou, durante a manhã deste domingo (19), no Complexo Turístico da Ponta Negra, 40 veículos e removeu 3 para o parqueamento da Prefeitura Municipal. Os veículos foram autuados por estarem estacionados nos pontos de ônibus e atrapalhando o acesso dos usuários ao transporte coletivo.

A maior parte dos veículos multados ocupava as baias destinadas ao embarque e desembarque de passageiros de ônibus, próximo ao anfiteatro. Outros nove carros foram autuados com multa e dois guinchados, porque estavam estacionados no ponto da linha 120 (Ponta Negra/ T1), na avenida Cel. Teixeira, trecho de acesso à Marina do Davi.

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro, estacionar onde houver sinalização de ponto de embarque ou desembarque de passageiros de transporte coletivo é infração média, com multa no valor de R$ 85,13, quatro pontos na carteira de habilitação e remoção do veículo.

Os proprietários dos carros guinchados neste domingo devem procurar a sede do Manaustrans, a partir desta segunda-feira (20), para dar entrada nos procedimentos para a retirada do veículo. Além de pagar a multa por estacionamento proibido, o proprietário terá que comprovar que o veículo está livre de pendências (IPVA, e licenciamento atrasados e outras multas não pagas) e ainda arcar com as despesas do guincho e com o valor da diária no Parqueamento.

 

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir