Dia a dia

Fiscais da Prefeitura apreendem dois táxis ‘piratas’, no Aeroporto de Manaus

Os dois veículos possuíam todas as características de um táxi comum, mas foram encontradas irregularidades de documentação, em ambos os casos – foto: divulgação/SMTU

Os dois veículos possuíam todas as características de um táxi comum, mas foram encontradas irregularidades de documentação, em ambos os casos – foto: divulgação/SMTU

Uma operação de fiscalização da Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU) para combater irregularidades no transporte de passageiros apreendeu dois táxis clandestinos na noite desta sexta (22), na área do Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, bairro Tarumã, Zona Oeste de Manaus.

A blitz feita por fiscais de transporte, com o apoio da Polícia Militar, foi programada após a SMTU receber denúncias de prática ilegal no local.

Os dois veículos apreendidos possuíam todas as características de um táxi comum. Em ambos os casos, ao ser feita a consulta no sistema de cadastro da SMTU, o TA (número da permissão) utilizado pelo veículo pertencia a um táxi com veículo de outro modelo e, apesar de estarem com placa na cor vermelha, os veículos eram de categoria particular.

A placa vermelha é uma característica de táxis legalizados que são registrados no Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran/AM) como  categoria aluguel.

A multa aplicada para quem realiza o transporte de passageiros por táxi sem autorização é de 40 UFM’s (Unidade Fiscal do Muncípio), equivalente a R$ 1.351,60.

Durante três horas de fiscalização, 120 veículos foram abordados, entre táxis e veículos de fretamento.

Além dos dois táxis clandestinos, foram feitas mais três apreensões – de um micro-ônibus que fazia fretamento sem possuir cadastro na SMTU e de dois táxis com condutores que não apresentaram o ‘Carteirão’, documento de identificação do taxista de porte obrigatório emitido pela SMTU.

Profissionais aprovam

Taxistas regularizados que trabalham no aeroporto aprovaram a fiscalização. “Esse tipo de operação é ótima, pois inibe a atuação do táxi ‘pirata’ que circula sem pagar nenhuma taxa e acaba prejudicando nós, que trabalhamos direitinho”, disse Francisco Heraldo, que trabalha há 25 anos como taxista no aeroporto.

Carlos Alberto, que presta o serviço de táxi há 30 anos no local, também elogiou a operação. “É excelente a presença dos fiscais aqui. Já ouvimos de alguns clientes que a tarifa que cobraram a eles foi mais cara do que a do táxi legalizado. A fiscalização coíbe essa ilegalidade e nos dá mais tranquilidade para trabalhar”, afirmou o taxista.

O diretor de transportes Urbanos da SMTU, Fábio Pacheco, que acompanhou toda a operação, afirmou que as fiscalizações no local serão intensificadas. “Vamos programar novas fiscalizações no aeroporto, em dias e horários diferentes, para combater o transporte clandestino”, explicou.

Pacheco adiantou ainda que as ações contra o transporte clandestino ocorrerão em todas as zonas da cidade. “A partir de denúncias recebidas na SMTU vamos mapear os locais onde essa irregularidade é mais frequente para direcionar nossas operações”, afirmou o diretor.

A população pode denunciar à SMTU por meio do SAC SMTU nos telefones 118, 3632-2784/2115/2116, email sacsmtu@pmm.gov.br, na página do Facebook SMTU MANAUS e Twitter @SMTUMANAUS.

Com informações da assessoria

Comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Subir